Fotogalerias

Celebridades que viveram em hotéis

Por Máxima, 07.11.2019
JOSÉ MOURINHO | Desde que se tornou treinador do Manchester United que Mourinho vive no Lowry Hotel, instalado numa suite que custa cerca de 411 euros por noite. No ano passado, o treinador queixou-se que não podia entrar e sair do hotel sem ser incomodado por imprensa e fãs.
COCO CHANEL | A criadora de moda viveu no Hotel Ritz, em Paris, durante 30 anos. Decorou a suite ao seu gosto, com um sofá bege e muitas flores. Foi também ali que desenhou a sua última coleção para a primavera/verão de 1971.
HOWARD HUGHES | Embora o hotel St. Regis seja agora um dos hotéis mais luxuosos em Washington, na altura em que o aviador e milionário Howard Hughes lá viveu os preços dos quartos começavam nos 5 euros por noite e as suites nos 15. Hughes esteve instalado numa dessas suites durante a II Guerra Mundial e deixava soldados ficarem no seu quarto sempre que os quartos do hotel esgotavam.
JANIS JOPLIN | Joplin mudou-se para o Landmark Motor Hotel, agora Highland Gardens Hotel, em agosto de 1970. Era perto do estúdio de música onde passou as semanas seguintes a gravar aquele que seria o seu último álbum, Pearl. Acabou por morrer de overdose no mesmo hotel, a 4 de outubro.
RICHARD HARRIS | O ator que interpretou Dumbledore na saga Harry Potter viveu no hotel The Savoy, em Londres, até à sua morte em 2002. Quando foi transportado para o hospital numa maca, gritou “Foi a comida!” a todos os que estavam por perto. O hotel é, no entanto, conhecido pelo serviço atento: os familiares de Harris costumavam dizer ao staff a exata temperatura a que a comida do ator devia ser servida.
ROBERT DE NIRO | O ator gostou tanto de uma penthouse no Chatêau Marmont em Los Angeles que acabou por ficar lá a viver durante dois anos. Não foi, no entanto, a primeira celebridade a passar pelo hotel; Elizabeth Taylor, Paul Newman e Mick Jagger também eram hóspedes regulares.
OSCAR WILDE | O Hotel d’Alsace (agora chamado L’Hotel) em Paris foi a última morada do autor de O Retrato de Dorian Gray. Wilde viveu no hotel durante a década de 1890, e há relatos que dizem que uma das suas últimas frases foi: “O papel de parede e eu estamos a lutar num duelo até à morte – um de nós tem de ir.”
FAMÍLIA BECKHAM | David Beckham e a sua família viveram num luxuoso hotel em Madrid quando o jogador se mudou para a equipa de futebol espanhola. Ocuparam duas suítes durante 80 noites e consta-se que a conta final foi de cerca de 430 mil euros.
BOB DYLAN | Agora conhecido como Hotel Earle, o Washington Square Hotel foi a casa de Bob Dylan e de Joan Baez durante a década de 60. Na música Diamonds and Rust, de Joan Baez, a cantora faz referência à residência do casal na altura: "Now I see you standing with brown leaves falling around and snow in your hair. Now you're smiling out the window of that crummy hotel over Washington Square."
SALVADOR DALÍ | Durante três décadas, o pintor passou um mês por ano na Royal Suite do Le Meurice, em Paris, período que dedicava a pôr em prática algumas das suas ideias mais loucas.
TENNESSEE WILLIAMS | O autor de Um elétrico chamado desejo viveu no Hotel Elysée, em Manhattan, durante 15 anos. Há quem diga que os hóspedes se queixavam constantemente do barulho de uma máquina de escrever, por isso o staff estava constantemente a mudar pessoas de quartos.
JIM MORRISON | O Alta Cienega Motel, em Hollywood, era onde o cantor dos Doors costumava dormir entre concertos ou sempre que discutia com a namorada, Pam. Os fãs podem agora, por 70 euros, visitar o antigo quarto de Morrisson e assinar as paredes repletas de graffiti.
AL CAPONE | O gangster italo-americano viveu em tempos no último piso do hotel Baltimore, na Florida. A suite tem agora o seu nome e diz-se que, na altura, as paredes rodavam para revelar mesas de jogo e que havia uma escada secreta para fugir rapidamente.
PATTI SMITH | A cantora e poeta norte-americana viveu uma temporada com o fotógrafo Robert Mapplethorpe no Chelsea Hotel, que foi casa temporária de celebridades como Leonard Cohen, William S. Burroughs e Edie Sedgwick. Bob Dylan também passou por lá e inspirou-se no poeta Dylan Thomas, que morreu no mesmo hotel, para mudar o seu segundo nome. Smith escreveu no livro autobiográfico Apenas Miúdos que “o Chelsea Hotel era como uma casa de bonecas da quinta dimensão, com mil e um quartos, cada um deles um pequeno universo.”
BEATRIZ COSTA | A atriz viveu no Hotel Tivoli, em Lisboa, até aos 88 anos. Os empregados recordam que “adorava contar e ouvir anedotas” e que escolheu o quarto n.º 600 porque a empregada desse piso era a sua favorita. Escreveu os livros Nos cornos do mundo e Quando os Vascos eram Santanas no lobby do hotel e conversou por lá com amigos igualmente conhecidos, como Carlos do Carmo e Hermínia Silva.
MARILYN MONROE | O famoso Beverly Hills Hotel (que acolheu hóspedes como John Lennon e Yoko Ono, Humphrey Bogart e Katharine Hepburn) foi a casa da atriz Marilyn Monroe durante dois anos, no início da sua carreira enquanto modelo. Monroe estava hospedada numa das cabanas do hotel na altura da sua primeira sessão fotográfica profissional, junto à piscina Roosevelt.
JOSÉ MOURINHO | Desde que se tornou treinador do Manchester United que Mourinho vive no Lowry Hotel, instalado numa suite que custa cerca de 411 euros por noite. No ano passado, o treinador queixou-se que não podia entrar e sair do hotel sem ser incomodado por imprensa e fãs.
Celebridades que viveram em hotéis
Ver comentários
Últimas Fotogalerias

Comentários

0 Comentários
As mais vistas

Notícias Máxima por Categorias