Fotogalerias

10 tendências alimentares saudáveis para 2017

Por Máxima, 27.01.2017
  • / 10
1.	Menos desperdício  | A coisa menos saudável que pode fazer em 2017 é… desperdiçar. A geração millennial cresceu com a consciência das suas escolhas alimentares e do impacto ambiental. Não admira que cheguemos a 2017 com melhores ideias de poupança do que as cores da reciclagem.
2.	Galões dourados  | É um substituto natural do café, contem ingredientes anti-inflamatórios e nem precisa de filtro para o Instagram. Falamos dos galões dourados, que é como quem diz de curcuma.
3.	Teff | Sai da frente quinoa: este ano o hidrato do momento é o teff. Esperem, hidrato? Leu bem e se Victoria Beckham o põe no prato nós tambem.
4.	Zoodles | Não faça esse ar de surpreendida. Já há algum tempo que os zoodles – noodles de vegetais, em especial curgete – estão a tentar entrar dentro dos nossos hábitos alimentares.
5.	Coco | Óleo de coco, farinha de coco, água de coco, leite de coco – há alguma prateleira do supermercado onde o coco não esteja infiltrado? Nem por isso.
6.	Jackfruit | Depois de hambúrgueres vegetarianos que ‘sangravam’ como carne (uma tendência mais visível por terras do Tio Sam do que lusas mas, ainda assim, digamos, marcante), 2017 nasce como o ano das sandes veggie com sabor a… porco.
7.	Águas de plantas | Quem disse que a água tinha de ser sensaborona ou aborrecida nunca imaginou o que está prestes a acontecer. Considere-as um novo twist no H2O.
8.	Comida roxa | De acordo com a lista de tendências alimentares da cadeia de alimentos americana saudável Whole Foods, a cor da estação é o roxo. Couve flor roxa, espargos roxos, batatas roxas, arroz roxo – já perceberam a ideia.
9.	Flexitarianismo | Quantas vezes ouviu uma das suas amigas dizer “raramente como carne” nos últimos tempos? Essa espécie de tendência descomprometida tem nome e é uma junção entre vegetarianismo e flexibilidade, isto é, um vegetariano descomprometido (também conhecida como semi-vegetarianismo).
10.	Tom Brady e Gisele Bündchen | Tanto a supermodelo como o marido seguem a dieta 80/20 raw/crua tornada famosa desde que o seu chef particular abriu o apetite com a partilha de algumas receitas do plano alimento do casal.
1. Menos desperdício | A coisa menos saudável que pode fazer em 2017 é… desperdiçar. A geração millennial cresceu com a consciência das suas escolhas alimentares e do impacto ambiental. Não admira que cheguemos a 2017 com melhores ideias de poupança do que as cores da reciclagem.
10 tendências alimentares saudáveis para 2017
Ver comentários
Últimas Fotogalerias

Comentários

0 Comentários
As mais vistas

Notícias Máxima por Categorias