Mundo

Tem estes sintomas? Está na hora de ir ao médico.

Por ocasião do Dia Mundial da Saúde, que se assinala a 7 de abril, a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) deixa um alerta: há vários sintomas que indicam alterações na saúde dos olhos
Por Máxima, 29.03.2016

1)      Perda súbita da acuidade visual – Começar a ver de forma "enevoada" ou perder capacidade de visão subitamente poderá comprometer irreversivelmente a visão, constituindo uma das causas mais importantes de urgência em oftalmologia. "Nestas situações, alguns dos passos mais relevantes do exame oftalmológico são o despiste de oclusão vascular retiniana, descolamento de retina, neuropatia ótica e perda da transparência dos meios, como é o caso do hemovítreo. Para este grupo de patologias, a coexistência de doenças sistémicas poderá ser particularmente relevante", explica Rita Flores, secretária geral da SPO. "Nos casos em que existe perda gradual da acuidade visual, a observação atempada em consulta está indicada, sendo que doenças como a catarata, o glaucoma ou doença retiniana crónica devem ser excluídos", acrescenta a especialista.

2)      Olho vermelho – Caso a situação seja aguda deverá merecer especial atenção, "uma vez que pode ser a forma de apresentação de inúmeras patologias oculares, desde afeções das pálpebras e anexos, conjuntiva, córnea, inflamações intraoculares ou glaucoma agudo, este último associado a dor ocular e a baixa da acuidade visual", refere Rita Flores. A associação frequente de olho vermelho crónico, prurido e ardor são frequentemente atribuídas ao olho seco e à alergia ocular.

3)      Dor ocular - É um sintoma que frequentemente motiva a observação oftalmológica, sendo a sua caraterização, quanto à localização, intensidade e sintomatologia acompanhante, essencial para o diagnóstico. "A dor mais intensa poderá corresponder a maior gravidade do quadro, como por exemplo uveíte, glaucoma agudo ou lesão da córnea", alerta a oftalmologista.

4)      Traumatismo ocular – Os ferimentos nos olhos carecem de observação por um especialista "sempre que existir perda da acuidade visual, dor moderada a intensa, suspeita de perfuração do globo ocular ou corpo estranho intraocular", afirma a secretária geral da SPO. "Após existir um contacto com produto químico, a irrigação ocular abundante e imediata influencia significativamente o prognóstico, e posteriormente a observação da superfície ocular permite a exclusão de lesões que possam comprometer a função visual", conclui.

A SPO lembra ainda que em benefício da saúde ocular, qualquer sintoma agudo ou persistente inexplicado deve motivar a procura de um oftalmologista para esclarecimento e encaminhamento adequado da situação.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!