Culturas

"Pela primeira vez na Presidência da República houve um gabinete para a mulher do presidente", conta Manuela Ramalho Eanes

Mais do que uma voz sonante e uma presença forte, Manuela Ramalho Eanes é – e continuará a ser – a primeira-dama das causas. Leia a entrevista à fundadora do IAC na edição de julho da 'Máxima', nas bancas.
Por Rita Silva Avelar, 26.06.2019
Na linha da frente das mulheres que contribuíram para mudar a sociedade portuguesa, ousou falar, sem filtros e com firmeza, de pobreza e de maus-tratos infantis, e de abuso sexual em crianças quando, no pós-25 de Abril, negavam que os mesmos existissem. Rompeu com tradições atribuídas à mulher de um presidente da república em prol de um bem maior: o da ação social. De uma intocável dignidade, de uma bondade evidente e de uma cativante delicadeza, percetíveis até nos gestos, Manuela Eanes tem uma vida repleta de muitos feitos. E de muitas alegrias. 
Leia a entrevista a Manuela Ramalho Eanes na edição da Máxima de julho, nas bancas.
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!