Mundo

Música: o que não perder em janeiro

Quais são as novidades musicais a chegar? Novos discos, concertos especiais ou tour assinaláveis, estes são os imperdíveis do momento.
Por Rita Silva Avelar, 10.01.2019
Concerto intergalático
A 11, 12 e 13 de janeiro, a Orquestra Gulbenkian interpreta, ao vivo, as músicas da banda sonora que John Williams compôs para o filme Star Wars: Uma Nova Esperança, o primeiro da saga a ser realizado por George Lucas. O concerto, dirigido por Thiago Tiberio, decorre no Grande Auditório, às 20 horas, e é acompanhado por uma projeção do filme em tela de grande formato (bilhetes a partir de €30).

Disco à vista
Lana Del Rey (ou, na verdade, Elizabeth Woolridge Grant) anunciou a chegada de um álbum para breve, ao qual chamou Norman Fucking Rockwell. A antecipação das melodias do seu sexto disco chega com o single Venice Bitch com uma duração de quase dez minutos e de uma sonoridade que oscila entre o doce e o melancólico, um registo natural a que a cantautora norte-americana nos habituou. Recentemente, Lana Del Rey fez um duo com Cat Power em Woman, single do seu mais recente álbum The Wanderer.

Tour imperdível
Para assinalar os 25 anos da génese dos Skunk Anansie, a banda britânica liderada pela emblemática Skin (Deborah Dyer) edita um álbum ao vivo que reúne os maiores sucessos desde a sua fundação, em 1994. Composto por 14 temas, de Weak a You’ll Follow me Down, o disco  25LIVE@25 é revelado a 25 de Janeiro e dará origem a uma digressão comemorativa da data. Os Skunk Anansie revolucionaram o universo da música britpop nos anos 90, não só pela imagem e voz marcantes do elemento principal da banda, Skin, como pelo facto de percorrerem vários géneros de rock, do indie ao alternativo, indo ainda ao metal.

Amar Amália, sempre!
Assinalam-se os vinte anos do desaparecimento da diva da música popular portuguesa e em especial do Fado: Amália Rodrigues. Em jeito de homenagem à fadista, Dulce Pontes, Simone de Oliveira, Paulo de Carvalho, Amor Electro, Marco Rodrigues e Vanessa da Mata são algumas das vozes que se vão juntar num concerto especial (que é também uma noite de gala). Nascida no coração da Mouraria, em 1920, Amália tornou-se um dos ícones da cultura portuguesa, a voz mais celebrada do Fado, mas também consolidou uma carreira de atriz, passando pelos palcos, onde participou em revistas e operetas que esgotaram bilheteiras e ficaram em cartaz durante semanas. Faleceu em 1999. O concerto que lhe presta homenagem, 20 anos de Saudade – Amar Amália, acontece na Altice Arena, às 21h30 de 16 de fevereiro (bilhetes entre os €25 e os €75).
Tags: saudade cat power em woman john williams star wars down nova esperança norman fucking rockwell orquestra gulbenkian vanessa da mata george lucas grande auditório simone de oliveira marco rodrigues música skunk anansie lana del rey the wanderer
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!