Mundo

Música: concertos, musicais e festivais para junho!

O que é que junho tem? Uma seleção enorme de festividades musicais, que vão de concertos inéditos de Norte a Sul do país, musicais sobre as musas do século ou festivais para levantar poeira o mês todo.
Por Rita Silva Avelar, 01.06.2018

ARTISTA DO MÊS

Há quem lhe atribua o título de nova líder da pop americana e a verdade é que, com 23 anos, a dose de atitude, carisma e controvérsia que Halsey (um anagrama de Ashley Nicolette Frangipane, o seu nome verdadeiro) carrega é, pelo menos, digna da palavra líder. Quem é, afinal, Halsey, a rapariga de New Jersey que, em quatro anos, conquistou 9,5 milhões de seguidores no Twitter e 7,1 milhões no Instagram? Rebelde na música e no estilo, doce no trato, Halsey tornou-se conhecida quando, aos 19 anos, fez o upload de uma música no Soundcloud que se tornou um sucesso. Tinha o cabelo azul e calçava Dr. Martens. O seu mais recente álbum (que se inspira em Shakespeare, num desgosto de amor e num brunch longo com o cineasta Baz Luhrmann) é um sucesso. Este ano foi uma das mulheres a discursar na Marcha das Mulheres, em Nova Iorque. Escolheu declamar um poema que, imagine-se, acabou por se tornar viral. Afinal, não se espera menos de uma estrela em ascensão de seu nome Halsey.

CONCERTOS

A voz quente e doce de Julie Byrne chega a Portugal para nos encantar com o seu segundo álbum, Not Even Happiness, no Teatro das Figuras, em Faro (a 13), no Teatro da Trindade, em Lisboa (um concerto promovido pela galeria Zé dos Bois, a 15), e no GNRation, em Braga (a 16). A sonoridade indie folk de Byrne completa-se com Dan Bridgwood-Hill, no violino, e Taryn Blake Miller, nas teclas. Outra mulher com carisma, a voz de Gossip durante 17 anos, estreia-se a solo com um álbum onde revisita as suas raízes sulistas, sem nunca perder a veia soul, punk e rock que a caracteriza. Falamos de Beth Ditto. A cantora vem a Portugal apresentar Fake Sugar, composto por 12 canções, no recém-inaugurado Cineteatro Capitólio, em Lisboa (a 7). Três é a conta que a banda LCD Soundsystem fez ao anunciar os concertos inéditos no emblemático Coliseu de Lisboa (a 19, 20 e 21) para apresentar o tão aplaudido (e aguardado) álbum American Dream. Há boas razões para fixar as datas da presença, em palco, de Rodrigo Leão, este mês de junho: o artista celebra 25 anos de carreira a solo, em 2018, e o concerto chama-se Os Portugueses, uma escolha das composições de Leão cantadas na nossa Língua que se glorificaram como alguns dos seus temas mais amados. Na Casa da Música, no Porto (a 5), e no Casino do Estoril (a 15). A propósito do seu mais recente disco, Caravanas, que dividiu os corações dos amantes da sua sedutora voz, Chico Buarque promete embalar-nos na sua nostalgia nos seis concertos inéditos que vai dar em Portugal, este mês, nos coliseus do Porto (a 2 e 3) e de Lisboa (a 7, 8, 9 e 10). A anotar na agenda musical, ainda, o concerto de Marilyn Manson que sobe ao palco do Campo Pequeno para apresentar o décimo álbum da carreira da banda, Heaven Upside Down, lançado em Outubro (a 27).  

DISCO DO MÊS

Aretha Franklin, a verdadeira rainha da soul, é um dos nomes de estreia escolhidos para a nova série de vinis Sunday Morning Classics. Esta edição conta com a interpretação de clássicos inesquecíveis como Muddy Water (Bessie Smith, 1927) ou Nobody Knows The Way I Feel This Morning (Dinah Washington, 1963). O vinil Aretha Franklin – Sunday Morning Classics está à venda por €21,90. 

FESTIVAIS

Muse, James, The Killers, Bastille, Bruno Mars, Anitta, Jessie J, Katy Perry – estes são alguns dos nomes que o Parque da Bela Vista recebe, em Lisboa, para nova edição do festival Rock in Rio Lisboa (23, 24, 29 e 30 de junho, com bilhetes diários a partir de €69). Mais a Norte, o Festival Basqueiral acontece entre as árvores do jardim de Santa Maria de Lamas, a igreja e o museu da vila, onde durante 48 horas se ouvirão sonoridades que vão da electrónica ao rock, ao indie, ao punk, ao metal, ao hip-hop. First Breath After Coma, Killimanjaro e Whales são alguns dos nomes a fixar (a 15 e 16, com passe geral a €10). Junho é também o menino dos olhos da capital já que as Festas de Lisboa, em honra de Santo António (dia 13), decorrem o mês todo. As celebrações dividem-se entre arraiais (em zonas como a Bica ou a Mouraria), marchas populares (na Avenida de Liberdade), exposições e sessões especiais de cinema por toda a cidade. O programa a consultar aqui.

MUSICAIS

E se há nome para fazer jus ao título é o da emblemática e eterna Donna Summer, a "rainha do disco sound" nos anos 70. Uma homenagem ao seu legado musical e à sua fascinante vida, o musical Summer: The Donna Summer Musical, realizado por Des McAnuffl, é protagonizado pela atriz LaChanze (vencedora de um Tony Award, em 2006, e nomeada, este ano, para Melhor Atriz Principal na categoria Musical). O espectáculo conta com mais de 20 êxitos de Donna Summer, como She Works Hard for the Money ou Love to Love You Baby. É exibido no Lunt-Fontanne Theatre, em Nova Iorque (o bilhete custa cerca de €40). E, por falar em musas, no teatro Aldwych Teather, em Londres, acaba de estrear o musical dedicado à fascinante diva Tina Turner. A atitude, a sedução e o poder da voz de Turner são eternizados em Tina, um musical dirigido pela britânica Phyllida Lloyd e protagonizado pela atriz Adrienne Warren (o bilhete custa cerca de €50).

Tags: música halsey concertos festivais sons cidade porto lisboa festas de lisboa rock in rio junho artistas
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!