Museus

MoMA is back!

O Museum of Modern Art foi inovador quando abriu e continua a ser hoje uma referência no universo da arte, não apenas em Nova Iorque, mas no mundo. No dia 21 de outubro reabre ao público depois de obras de expansão, no ano do seu 90º aniversário.
Por Carolina Carvalho, 20.10.2019

O Museu de Arte Moderna, em Nova Iorque – o MoMA – reabre ao público esta 2ª feira, 21 de outubro, mesmo a tempo de celebrar o 90º aniversário. O projeto nasceu em 1928 com três mulheres (Miss Lillie P. Bliss, Mrs. Cornelius J. Sullivan e Mrs. John D. Rockefeller Jr.) que acharam que Nova Iorque precisava de um museu de arte moderna. Alugaram uns escritórios no andar de um prédio e no ano seguinte abriu o lugar a que chamaram The Museum of Moderrn Art. O crescimento do projeto e os elevadores sempre lotados levaram rapidamente à mudança para uma casa, em 1932, e sete anos depois ergueu-se num edifício próprio. Em 1939 já o museu era um caso bem conhecido de sucesso que foi alargado a todo o país com exposições em tour, contando com mostras de fotografia e uma biblioteca de filmes.

O incêndio de 1958 foi um dos momentos difíceis pelo qual o museu passou, mas nunca abrandou o crescimento. Em 1964 o MoMA sofreu a primeira expansão (obra do arquiteto Philip Johnson), seguiram-se mais duas (por César Pelli, em 1984, e pelo japonês Yoshio Taniguchi, em 2004) até à atual construção que foi desenvolvida pelo MoMA com os arquitetos Diller Scofidio + Renfro em colaboração com Gensler e que vai acrescentar mais de três mil metros quadrados em galerias ao espaço do museu. Há três destaques no museu que reabre hoje ao público: o Studio, no interior, que contará com uma programação de performances relativas à atualidade cultural, um Creativity Lab, no 2º andar, dedicado à educação, e novas galerias no piso térreo, gratuitas para promover a ligação entre o museu e a cidade de Nova Iorque.

Em 1976 nasceu o MoMA P.S.1 Contemporary Art Center, em Queens (Long Island), focado em arte contemporânea mais experimental. No ano 2000 os dois museus fundiram-se e tornaram-se a maior plataforma de arte contemporânea dos Estados Unidos da América. O MoMA tem uma coleção com cerca de 200 mil obras de arte e recebe 3 milhões de visitantes por ano, aproximadamente metade nacional e metade internacional. Em junho, Kate Fowle juntou-se ao museu como nova diretora num ano de novidades e celebrações.

Reabertura do MoMA, Museum of Modern Art

Onde? Nova Iorque

Quando? 21 de outubro

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!