Culturas

MEETSSS, o encontro internacional que quer juntar as mulheres da indústria musical

Decorre entre esta quinta, 3, e domingo, 6 de outubro, no Algarve a iniciativa da shesaid.so, uma rede mundial de mulheres da indústria da música que pretende dar ênfase aos seus valores de colaboração, diversidade e inclusão na área.
Por Marta Vieira, 03.10.2019

Portimão vai acolher, nestes dias, uma reunião muito especial. Trata-se do primeiro encontro internacional da shesaid.so, a propósito da celebração do seu 5º aniversário. Esta comunidade feminina fundada em Londres, em setembro de 2014, por Andreea Magdalina – cujo trabalho se foca na interacção entre a música e a tecnologia, sendo especialista em marketing digital, media social, desenvolvimento de negócios, para além de consultoria musical – constitui uma rede internacional que junta cerca de 10 mil mulheres de todos os setores da indústria da música. Este outono, membros oriundos de todo o mundo reúnem-se no nosso país.

A sua missão é a de expansão da conexão online entre os seus participantes para o mundo real, numa celebração única do trabalho que a comunidade tem vindo a desenvolver. É um encontro só para mulheres? Andreea, esclarece que na realidade está aberto a todos os géneros e origens, não só para os membros da rede como para o público em geral e ainda artistas ou profissionais de outras indústrias criativas que se queiram juntar (os bilhetes podem ser adquiridos através da plataforma digital da shesaid.so).

Em quatro dias únicos, a música alia-se a temas como o ativismo e a igualdade. E como é que estes se conectam na atualidade? Para Andreea a resposta é simples "A música é um dos canais mais poderosos de mudança. É uma linguagem universal.". Já sobre a organização revela que "a programação da conferência é extremamente variada, misturando tópicos do setor e questões sociais com as quais nos preocupamos mais na shesaid.so"

Deste modo, obtém-se um painel muito completo com palestras atuais e eventos musicais, reunindo os mais diversos oradores e artistas. Chidera Eggerue (escritora, feminista e blogger galardoada mais conhecida pelo seu Instagram); Oronike Odeleye (co-fundadora da muteRKelly e coordenadora do ONE Musicfest em Atlanta que falará de assédio e má conduta na indústria); Jennifer Justice (que trabalhou anteriormente como advogada de Jay-Z ou Mark Ronson); Giorgia Taglietti (chefe de comunicação do SONAR Festival em Barcelona), entre outros, farão parte dos palestrantes. No domínio musical é possível contar com artistas locais e internacionais: Calling Marian, CRLN, Da Chick, Mica Coca, Hanakito ou Surma são apenas alguns. As apresentações incluirão um concerto de abertura, três sunset sessions, um jantar oficial com uma actuação ao vivo, e uma festa de encerramento na praia.

Os principais tópicos a abordar serão "diferenças salariais entre homens e mulheres, sustentabilidade, confiança, comunidade, preconceito e assédio e saúde mental" revela a jovem fundadora desta rede. "Organizei esta agenda na tentativa de (…) permanecer fiel aos nossos valores na shesaid.so e criar oportunidades para as pessoas se conectarem de uma maneira genuína e divertida, enquanto aprendem muito no processo", remata.

Sobre os maiores desafios das artistas femininas hoje em dia, fala-nos da falta de oportunidades em papéis tradicionalmente masculinos, como o caso de trabalhos técnicos, mas também cargos ao nível de CEO. A verdade é que a visão da shesaid.so se baseia na união e capacitação das comunidades sub-representadas na indústria da música, com um foco, óbvio, no sexo feminino, como podemos perceber através da sua página oficial.

Tags: cultura evento meetsss shesaid.so portimão portugal música mulheres colaboração diversidade inclusão activismo igualdade
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!