Mundo

May quer mudanças "significativas no acordo" e não "mais uma troca de cartas"

Até agora a União Europeia deixou de parte a renegociação do acordo de saída do Reino Unido da União Europeia.
Por Leonor Riso, 29.01.2019
Theresa May pediu aos seus ministros que, para conseguir o apoio do parlamento quanto ao seu acordo do Brexit, a negociação do acordo com a União Europeia seja reaberta. 

A informação foi prestada pelo seu porta-voz. Até agora a União Europeia deixou de parte a renegociação do acordo de saída do Reino Unido da União Europeia. May considera que a renegociação seria necessária para providenciar mudanças legais ao chamado "backstop", o instrumento que previne o retorno de uma fronteira na Irlanda (que separaria este país da Irlanda do Norte). 

"A primeira-ministra disse que de modo a conseguir o apoio da Câmara dos Comuns são precisas mudanças legais quanto ao backstop, o que significaria reabrir o Acordo de Saída", afirmou o porta-voz. "Ela considerou que o voto da emenda Brady torna claro que a natureza vigente do backstop é a razão principal pela que a Câmara não pode apoiar o acordo."

May no Parlamento: "Temos que mandar uma mensagem enfática sobre o que queremos"
Theresa May já se dirigiu ao parlamento britânico, afirmando que um voto lá é uma chance para desenhar uma linha nas divisões que impediram que se aprovasse um acordo do Brexit e uma oportunidade para mostrar à União Europeia o que os deputados querem. 

"Hoje temos a oportunidade para mostrar à União Europeia o que é preciso para passar um acordo nesta Câmara dos Comuns, o que será necessário para ultrapassar a confusão e divisão e incerteza que está por cima das nossas cabeças", insistiu a primeira-ministra britânica. "Também aceito que esta Câmara não quer o acordo que lhe apresentei, da forma que existe agora. O voto foi decisivo e eu escutei. Por isso o mundo sabe o que esta Câmara não quer. Hoje precisamos de enviar uma mensagem enfática sobre o que queremos", frisou.

Mais tarde, foi ainda mais direta nas suas declarações, garantindo que está a procurar mudanças "significativas no acordo" e não "mais uma troca de cartas". "Negociar tais mudanças não será fácil. Implicará reabrir o acordo do Brexit, algo que sei tem abertura limitada por parte dos nossos parceiros europeus", admitiu.
Tags: theresa may brexit união europeia reino unido da união europeia irlanda do norte may no parlamento acordo de saída câmara dos comuns
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!