Mundo

Inspiração globetrotter, as exposições que destacamos em novembro

Diferentes cidades, países e zonas do mundo inspiram exposições com a sua história e cultura. Em novembro traçamos um roteiro multicultural que une Arte e Geografia recheado de boas sugestões.
Por Carolina Carvalho, 02.11.2018

Rússia

Depois da revolução de 1917, a cidade de Vitebsk (na antiga URSS e atual Bielorrússia) tornou-se um epicentro artístico quando, em 1918, Marc Chagall (que era judeu e com o novo regime político conseguiu cidadania russa) se tornou Comissário para as Belas-Artes daquela região. O artista abriu uma escola de arte, onde nomes como Malevich e El Lissitzky lecionaram. A exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922 conta a história deste período e reúne 120 obras de arte e documentos oriundos de museus e coleções privadas até 6 de janeiro de 2019, no Jewish Museum, em Nova Iorque (em parceria com o Centro Pompidou de Paris).

 

Holanda

A exposição In Praise of Painting ? Dutch Masters at The Met transporta os visitantes para a Holanda do século XVII através das obras de pintores holandeses como Rembrandt, Vermeer e Hals. Bastou ao Metropolitan Museum de Nova Iorque procurar entre a sua própria coleção para encontrar uma série de quadros conceituados. Cerca de 65 obras estão organizadas por tema e podem ser visitadas entre 16 de outubro a 4 de outubro de 2020.

 

Paris

No Museo Reina Sofia (em Madrid), a exposição París Pese a todo ? Artistas Estranjeros, 1944 - 1968 presta homenagem a uma série de artistas que se instalaram na capital francesa depois da II Guerra Mundial e definiram novos caminho para a Arte numa cidade que se reerguia da destruição. Picasso, claro, é um deles. Esta mostra abre a 21 de novembro e prolonga-se até 22 de abril de 2019 e é uma das várias exposições a visitar no museu neste outono.

 

América Latina

A Fundação Cartier, em Paris, convida a uma viagem pela América Latina através da Arte com a exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia. Tendo como ponto de partida a arte geométrica daquela região que é transversal a culturas e regiões, esta mostra reúne 250 obras de mais de 70 artistas desde o período pré-colombiano até à atualidade. Esta celebração da riqueza de cores e da diversidade de estilos na arte geométrica da América Latina inclui arte abstrata, escultura, cerâmica e até arquitetura e body painting. Aberta ao público de 14 de outubro a 24 de fevereiro de 2019.

 

Japão

A cultura japonesa inspira duas exposições a abrir neste outono. No Museu de Artes Decorativas, em Paris, a exposição Japon ? Japonismes, Objects Inspirés 1867 - 2018 (de 15 de novembro a 3 de março) conta a história da contribuição do Japão para a Arte e o Design e está integrada no programa Japonismes 2018 que explora a diversidade da rica e exótica cultura deste país em mais de 100 locais espalhados pela capital francesa. Em Viena, a exposição Fascination Japan foca-se no fascínio que muitos artistas ocidentais sentiram pela cultura japonesa com obras de Monet, Van Gogh, Klimt, entre outros. No Kunstforum Wien de 10 de outubro a 20 de janeiro.

 

Tags: exposição artes cultura paris japão américa latina holanda rússia
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!