Moda

Harper’s Bazaar, a homenagem a uma lenda em papel

A reabertura das renovadas galerias de moda do Museu das Artes Decorativas, em Paris, é celebrada com uma exposição que revive a história dos 153 anos da Harper’s Bazaar americana, a mais antiga revista de moda.
Por Carolina Carvalho, 18.03.2020

Quando Lisa Fonssagrives-Penn, a supermodelo sueca que foi casada com Irving Penn, se pendurou na Torre Eiffel, em setembro de 1939, e protagonizou com vestidos esvoaçantes um bailado diáfano para o fotógrafo Erwin Blumenfeld, desconheceria, por certo, que estaria a contribuir para a criação de imagens icónicas antes de a França ter sido ocupada pelas tropas nazis, menos de um ano depois.

Sete décadas depois, Kate Winslet replicou a coreografia, em Nova Iorque, pela lente de Peter Lindbergh, tendo o Chrysler Building em fundo. Essas imagens fazem parte da história e do património da Harper’s Bazaar americana. A publicação, lançada em 1867, foi a primeira a apresentar-se como uma revista feminina focada em moda, sociedade, artes e literatura (a Vogue seria a segunda, um quarto de século depois), tendo a sufragista Mary Louise Booth como a primeira diretora. Ao longo do tempo, o título tornou-se uma referência através do qual se tem contado a história da moda, e para a qual contribuíram fotógrafos, tais como Man Ray e Richard Avedon, artistas, nomeadamente Salvador Dalí ou Andy Warhol, e escritores como Simone de Beauvoir, Charles Dickens, Virginia Woolf ou Truman Capote.

A exposição Harper’s Bazaar: First in Fashion pretende contar a história da publicação com a ajuda de mais de 60 peças de alta-costura e de pronto-a-vestir e que se exibem lado a lado, a par das imagens nas quais apareceram na revista. A mostra homenageia particularmente as mulheres e o homem que transformaram a Harper’s Bazaar numa revista incontornável e de luxo, na década de 1930: a diretora Carmel Snow (Dakley, Irlanda, 1887 – Nova Iorque, 1961), o diretor de arte e um dos mais importantes designers gráficos do século XX, Alexey Brodovitch (Ogolichi, Bielorrússia, 1898 – Le Thor, França, 1971) e a editora de moda Diana Vreeland (Paris, 1903 – Nova Iorque, 1989).

A exposição Harper’s Bazaar: First in Fashion abriu ao público no passado dia 28 de fevereiro, em plena Semana de Moda de Paris. Mas antes o museu foi palco de uma festa que marcou a inauguração da exposição e que contou com várias celebridades de diferentes áreas. Glenda Bailey, a editora-chefe da edição americana deste título, foi a anfitriã e a lista de convidados contou com nomes como Anna Wintour, Gigi e Bella Hadid, Demi Moore, Janelle Monáe, Alexa Chung, Christian Louboutin, Dita Von Teese, Gyneth Paltrow, a artista plástica Cindy Sherman, vários criadores de moda como Maria Grazia Chiuri, Alber Elbaz ou Olivier Rousteing. Esta exposição marca a reabertura das renovadas galerias de moda do Museu das Artes Decorativas. Devido aos atuais tempos de recolhimento que se vivem em vários países da Europa (Portugal e França incluídos) o Museu das Artes Decorativas foi um dos vários espaços culturais encerrados atá data a definir.

Harper’s Bazaar: First in Fashion

Onde? Museu das Artes Decorativas, em Paris
Quando? De 28 de fevereiro a 14 de julho. De momento o museu está encerrado.

Tags: moda revista harper's bazaar museu das artes decorativas paris exposição
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!