Mundo

Exposições a não perder em setembro

Sugestões culturais que convidam a um bom passeio. Programas perfeitos para fazer a transição entre estações.
Por Carolina Carvalho, 03.09.2018

No Museu Metropolitan, de Nova Iorque, a Arte é posta a nu com a exposição Obsession Nudes by Klimt, Schiele and Picasso. Uma seleção de obras provenientes da coleção Scofield Thayer que têm o corpo humano como fonte de inspiração e que estarão expostas até 7 de outubro.

Na mesma cidade, o MoMA expõe Constantin Brancusi Sculpture, de 22 de julho a 24 de fevereiro, onde 11 esculturas vão estar em exposição, juntas pela primeira vez e acompanhadas por desenhos, fotografias e filmes. O artista nasceu na Roménia, mas viveu em Paris e destacou-se por romper com as regras da escultura seguidas pelos outros artistas do seu tempo.

Em Madrid, o Museu Reina Sofia exibe, até 22 de outubro, a exposição Dada Russo 1914 – 1924. O movimento artístico Dada agitou o início do século XX com uma atitude revolucionária que contestava as regras vigentes não só na arte como na sociedade. Na Rússia, esta época coincide com uma altura de revolução e de grandes mudanças que não podia deixar de influenciar a Arte.

Em Edimburgo, as National Galleries of Scotland expõem Rembrandt, Britain’s Discovery of the Master, até 14 de outubro. A mostra convida a descobrir o artista holandês através de uma seleção de obras suas e também de artistas ingleses que este inspirou. 

Arte entre nós

No MAAT é possível encontrar a exposição Germinal. O Núcleo Cabrita Reis na Coleção de Arte Fundação EDP, até 2 de janeiro de 2019. A coleção do artista foi adquirida pela Fundação em 2015 e integra peças de vários artistas nacionais. A abertura da exposição, a 27 de junho, coincidiu com a inauguração de uma nova peça de Cabrita Reis, uma instalação de nome Central Tejo, instalada no pontão do rio Tejo, no campus da Fundação EDP.

Na Fundação Gulbenkian está a exposição Praneet Soi, Terceira Fábrica, onde o artista indiano apresenta um vídeo feito pelo próprio, em Portugal, projectado em três estruturas revestidas por azulejos da Fábrica Bordallo Pinheiro.

Descentralizando até à Vidigeira, o Quetzal Art Center apresenta, até março de 2019, a exposição Drawing Africa on the Map, uma seleção de desenhos de vários artistas de diferentes zonas do continente africano.

Fantasia

Em Madrid, o Caixa Fórum exibe, até 4 de novembro, Disney. A arte de contar histórias, uma exposição que convida a uma viagem pelo universo Disney.

No Reino Unido, a Universidade de Oxford dedica uma exposição à vida e carreira do autor de Senhor dos Anéis. Tolkien: Maker of Middle-Earth está patente nas Bodleian Libraries, até 28 de outubro.

Inspiração Bienal

A XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira acontece de 10 de agosto a 23 de setembro e o tema é Artes Plásticas Tradicionais e Artes Digitais. O discurso da (des)ordem. 

A 10.ª edição da Bienal de Liverpool realiza-se de 14 de julho a 28 de Outubro, respondendo à pergunta Beautiful world, where are you? O maior evento de arte contemporânea do Reino Unido reúne, este ano, 40 artistas de 22 países.

A exposição 1948 The Biennale of Peggy Guggenheim é um pouco diferente. No ano em que se celebram 70 anos da exibição da coleção de arte da excêntrica herdeira, no Pavilhão Grego da 24.ª Bienal de Veneza, o Museu Guggenheim de Veneza recria parte da primeira mostra, para ver até 25 de novembro.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!