Culturas

Comidas do mundo: viajar sem sair da cozinha

É possível percorrer o mundo através dos sabores e sem sair de casa. Selecionamos coffeetables de gastronomias de diferentes países, com receitas desafiantes ou que são simples janelas culturais que abrem o apetite, tanto pela comida, como pela viagem.
Por Carolina Carvalho, 28.08.2019

Château Life: Cuisine and Style in the French Countryside, Jane Webster, fotografia de Robyn Lea Assouline, €85

A paixão que a Australiana Jane Webster sempre teve pela cultura francesa levou-a a visitar França com o marido e os quatro filhos todos os anos até que, em 2005, compraram um château na pequena vila de Bosgouet, na Normandia e abraçaram as tradições da cozinha francesa. Nesta construção do tempo de Napoleão III, a uma hora de Paris e com fácil acesso a Londres, há acomodação para 35 convidados, realizam-se eventos especiais e a anfitriã organiza ainda a French Table Experience, uma experiência de uma semana para pequenos grupos, com quem Jane vai a mercados e restaurantes, dando a conhecer o melhor da Normandia. Os primeiros dois anos desta aventurada família resultaram num livro de memórias que foi bestseller na Austrália (At My French Table: Food, Family and Joie de Vivre in a Corner of Normandy, Penguin Random House, 2008). Seguiram-se outros livros e o mais recente é este, publicado pela Assouline no verão de 2018, com 60 receitas organizadas em 10 temas (como tradições, ideias para fazer uma lancheira, joie de vivre ou o tradicional almoço de domingo francês) e onde os ingredientes da época são sempre valorizados. As imagens do livro são assinadas pela fotógrafa Robyn Lea que também é australiana. Trabalha pelo mundo, colabora com títulos de referência como Vogue, The New York Times ou Architectural Digest e é autora de outros títulos Assouline como Dinner with Jackson Pollock: Recipes, Art & Nature (2015) e Dinner with Georgia O’Keeffe: Recipes, Art & Landscape (2017).

Korean Home Cooking: Classic and Modern Recipes, Sohui Kim Abrams, €30 (aproximadamente)

Tinha apenas dez anos quando deixou a sua Seoul (Coreia do Sul) natal para rumar aos Estados Unidos da América. Entretanto, Sohui Kim tornou-se chef, abriu em 2006 o seu primeiro restaurante, The Good Fork, e dez anos mais tarde, o segundo, Insa, ambos em Brooklyn, Nova Iorque, Neste livro, da editora Abrams, a chef e autora partilha receitas de família e sabores da sua cozinha, bem como fotografias das suas viagens pela Coreia. Num total de 100 receitas, podem-se encontrar neste livro sabores como kimchi, panquecas crocantes de feijão, sopa de algas, guisado picante de frango e massa japchae, e pratos tradicionais, como soondae (chouriço) e yuk hwe (tártaro de carne de vaca). Na feitura do livro participou também Rachel Wharton, autora que já participou na realização de diferentes livros de culinária e que é também colunista, freelancer para jornais como o The New York Times e o Wall Street Journal e editora das revistas Edible Manhattan e Edible Brooklyn.

The Lebanese Cookbook, Salma Hage, Phaidon, €39 (aproximadamente)

O Líbano, entre o médio oriente e o Mediterrâneo, tem uma cozinha de misturas que desperta curiosidade. Neste livro Salma Hage reúne 500 receitas nas quais impera a variedade, dos pratos leves aos principais, saladas, carnes grelhadas, sobremesas e bebidas, e ainda opções à base de vegetais, sem glúten e sem lactose. A autora é de Kadisha Valley, no norte do Líbano e aprendeu a cozinhar com a mãe, a sogra e as cunhadas e ajudou a criar os nove irmãos e duas irmãs, sendo, portanto, uma especialista em cozinha caseira que já conta com mais de 50 de experiência. É também autora dos livros The Middle Eastern Vegetarian Cookbook (que lhe valeu o prémio James Beard, uma distinção de prestígio no universo da culinária com o nome do famoso chef americano) e The Mezze Cookbook, ambos da Phaidon.

Nordic by Nature. Nordic Cuisine and Culinary Excursions, Borderless Co. & Gestalten, €49,90

A Dinamarca tem-se afirmado como destino de topo nos roteiros gourmet e este livro é uma homenagem à cozinha dinamarquesa. Mais de 30 chefs dinamarqueses partilham as suas receitas mais originais, assim como observações sobre a cozinha contemporânea dinamarquesa. Além deas receitas, este livro é também uma viagem pelos espaços e locais da Natureza que inspiraram os autores. Nicolai Nørregaard, Claus Meyer, Rasmus Munk ou Kamilla Seidler são alguns dos nomes que pode encontrar por aqui.

True Thai – Real Flavors for Every Table, de Hong Thaimee, Rizzoli, €32 (aproximadamente)

Os apaixonados por comida tailandesa têm neste livro um manual completo desta cozinha e, para quem não a conhece, pode também ser uma perfeita introdução. A autora é a chef tailandesa Hong Thaimee, que reside em Nova Iorque, onde abriu o seu próprio restaurante – Ngam (que significa "bonito" em tailandês) –  em 2011 e que recentemente mudou de nome para Tahimee Table. Este livro é um retrato da cozinha tailandesa e também uma compilação de receitas da chef.  Com quase 300 páginas e 400 fotografias, o livro conta com receitas dos clássicos desta cozinha, pratos de infância da autora, snacks ao estilo street-food, saladas, caris, mariscos, grelhados, sobremesas modernas e antigas e ainda um glossário dos ingredientes e condimentos tradicionais tailandeses. O livro foi lançado pela Rizzoli em 2015 e reeditado em março deste ano.

The Turkish Cookbook, Musa Dagdeviren, Phaidon, €39 (aproximadamente)

O chef Musa Dagdeviren é reconhecido internacionalmente como uma autoridade da cozinha turca e das suas tradições. Em criança foi ajudante na padaria do tio, onde descobriu a paixão pela comida. Abriu o primeiro restaurante (Çiya) em 1987, em Istambul, e 11 anos depois o famoso Çiya Sofrasi, onde faz comida tradicional turca. Tem uma fundação, com a sua mulher, que se dedica a descobrir a herança culinária turca e, este livro começa com uma introdução à história da cultura culinária do país. Participou ainda no programa Chef’s Table, da Netflix. Neste livro, o autor, reúne 550 receitas que vão dos pratos regionais menos conhecidos aos clássicos embaixadores desta cozinha, passando pela herança cultural, que absorveram tanto da Ásia como da Europa.

Street Food Vietnam: Noodles, salads, pho, spring rolls, banh mi & more, Jerry Mai, Rizzoli, €25 (aproximadamente)

Diz quem conhece o Vietname que atravessar o país é uma verdadeira experiência gastronómica e é nas ruas que ela se vive. Jerry Mai é uma chefe vietnamita/australiana a viver em Melbourne onde tem dois restaurantes com diferentes abordagens à comida vietnamita (Pho Nom e Annam), país onde nasceu e que visita anualmente. Neste livro a autora apresenta comida de rua de todo o Vietname num total de 70 receitas ilustradas. Os leitores podem aprender a recriar em casa petiscos como bahn mi, rolinhos de papel de arroz, omeletes vietnamitas, saladas de noodles, e também a distinguir os diferentes tipos de pho. Este é o primeiro livro de uma série sobre comida de rua, seguem-se Turquia e México.

Tags: comida livros viagens frança vietman dinamarca líbia turquia tailândia coreia chef alimentação
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!