Mundo

Bandersnatch, o filme interativo da Netflix que está a dar que falar

A plataforma de streaming lançou na última sexta-feira um filme baseado na série Black Mirror, que permite ao espectador escolher como se vai desenrolar a ação.
Por Sara Nascimento, 02.01.2019

Acabou de chegar à Netflix e não se fala noutra coisa. Em vez de se renovar numa nova temporada, a série Black Mirror transformou-se num filme que transporta o espectador para 1984 e que lança desafios que nos levam a questionar a realidade. Com uma duração de 90 minutos, o argumento gira à volta da criação de um videojogo peculiar chamado, precisamente, Bandersnatch.

A particularidade está precisamente na interação. Aqui, temos a possibilidade de escolher entre cinco possíveis finais e, antes disso, fazer várias escolhas ao longo da história, que vai desenvolver-se consoante as diferentes opções - logo no início, por exemplo, pede-se ao espetador para escolher que cereais o protagonista deve comer. Existem sempre duas opções com um tempo de escolha de 10 segundos, caso o espectador ultrapasse esse tempo, esta é feita automaticamente. 

Black Mirror é uma série britânica de ficção, com episódios independentes, mas sempre com o mesmo tema: as consequências das inovações tecnológicas e a forma como estas chocam com a sociedade num futuro mais ou menis distópico. O filme é dirigido por David Slade, que é também autor de alguns episódios da série original.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!