Mundo

7 obras de arte em madeira

A madeira foi um dos primeiros materiais usados pelo Homem e, apesar das novidades mais naturais ou sintéticas que entretanto apareceram, continua a ser a escolha mais natural e elementar. Aqui está a prova!
Por Máxima, 19.12.2016
INSTALAÇÃO URBANA
The Smile: Em Londres, o ateliê Alison Brooks Architects construiu um sorriso em madeira, bem rasgado.
 
Em colaboração com o The American Hardwood Export Council (AHEC), Arup e o Festival de Design de Londres (londondesignfestival.com), o ateliê de arquitetura Alison Brooks (alisonbrooksarchitects.com) voltou a brilhar! Desta vez, fê-lo através de uma instalação urbana que mostra o potencial estrutural e espacial da madeira. Pela dimensão, por ter as extremidades suspensas, por ser construído em madeira tubular com 3,5 m de altura, 4,5 m de largura e 34 m de comprimento, e por ser visitável pelo público, o ‘sorriso’ gigantesco tornou-se um dos projetos de referência do festival.

ESPAÇO
A Árvore da Vida: ‘Nasceu’ em Braga e tem um quê de divino.
 
Ergue-se dentro do Seminário Conciliar de São Pedro e São Paulo, foi vencedora do prémio ArchDaily 2011 para edifício religioso com a melhor arquitetura e terá sido construída para dar resposta a uma necessidade concreta: a existência de um espaço para a prática da eucaristia por parte dos seminaristas.
Em madeira, toda a estrutura está livre de pregos e de ferragens. As peças encaixam e as frestas permitem um lindo jogo de sombras. Na Capela Árvore da Vida, a luz é a grande metáfora. Na memória descritiva do projeto, lê-se: "A madeira foi o material eleito, pois assume-se como algo divino, nasce da Natureza e conduz o Homem na busca pelo sentido da vida. (...)." Por Cerejeira Fontes Arquitectos, cerejeirafontesarquitectos.com

PRODUTO
Grow Pencil: Ou o lápis que se transforma em planta aromática.
 
"Este conceito não é novo, porém não existia em Portugal. Quisemos criar um produto com qualidade, 100% português, recorrendo a fornecedores portugueses, com um design apelativo e acrescentando a mais-valia de ser aromático. Este, como todos os nossos produtos, tem sementes biológicas e está certificado", explica Alexandra Silva, diretora- geral da Life in a Bag, marca detentora da Grow Pencil. Mas, afinal, que lápis é este? Enquanto está a ser utilizado liberta aroma a menta ou a flor de manjericão. Quando fica pequeno, em vez de ir para o caixote do lixo, pode ser ‘plantado’ num vaso com terra; se devidamente regado, dali nascerá uma planta: manjericão, salsa, hortelã, camomila, calêndula, amor-perfeito e, mais recentemente, coentros, girassol e tomate-cereja. Em quatro meses foram vendidos cerca de 40 mil lápis. Cada lápis custa €3,20, em lifeinabag.pt ou nas cerca de 80 lojas em Portugal.
 
LIVRO
The Hard Life: Em livro, uma seleção de objetos da ruralidade portuguesa, pelo designer britânico Jasper Morrison.
 
Em 2013, numa visita às Galerias da Vida Rural do Museu Nacional de Etnologia (mnetnologia.wordpress.com), Jasper Morrison (jaspermorrison.com) descobre a coleção que ambiciona mostrar a grande diversidade da produção tradicional de Portugal. A dureza laboral de outrora está representada em peças de uma beleza singular à qual o designer britânico não ficou indiferente. De entre bancos, foices, arados, entre tantos outros equipamentos que pertencem à coleção, fez uma seleção usando como critério primeiro a beleza do objeto em si. Fotografou-a, num estúdio montado no museu, e dela fez o livro que lançou em setembro no Festival de Design de Londres. The Hard Life – o livro –, publicado pela Lars Müller Publishers, tem, no site da editora, o preço de €45.
 
MARCA
Estado d’Alma: Podia ser muita coisa, mas é o nome da marca criada por dois jovens designers que cedo começaram nas lides do mobiliário.
 
Tinham chegado à casa dos 20 quando viram uma das suas peças ser finalista num concurso de design de equipamento industrial em que participaram. Alexandra Oliveira e Pedro Saraiva, ambos designers de produto pela Universidade Aveiro Norte, criaram, nessa altura, mais três modelos de mobiliário e a marca Estado d'Alma, registada em 2009. Estantes, consolas, aparadores, armários altos fazem parte do já vasto portefólio desta dupla que escolheu trabalhar com madeira pela sua durabilidade e resistência. "Através de um desenho inteligente, podemos criar várias formas com esse material. Além disso, a madeira é intemporal, elegante e bonita. É também mais eficiente: torna os ambientes mais acolhedores, minimizando sons e odores pela habitação."
Agora a chegar à casa dos 30, quisemos saber o estado de alma da dupla de designers a quem pedimos que elegesse a peça que mais gostou de fazer. "Se tivéssemos de escolher seria o aparador Torcido. Pela sua simplicidade, funcionalidade e interatividade. As suas linhas femininas, românticas e contemporâneas mostram o resultado do nosso trabalho desenvolvido em conjunto. Além disso, esta peça tem a particularidade de permitir escolher a ordem em que são ‘montados’ os diferentes componentes e é possível torcer uns em relação aos outros." estadodalma.com

MARCENEIRO
Pau Marceneiros: É o novo ‘filme’ da vida de Sérgio Cunha que, durante 20 anos, foi pós-produtor vídeo. Protagonistas: a madeira, as ferramentas, uma oficina e a vontade de fazer o que se gosta.
 
Decidiu, a dada altura, estudar marcenaria no Instituto de Artes e Ofícios, da Fundação Ricardo Espírito Santo Silva. A partir daí, a vida de Sérgio mudou. O que o fez deixar a imagem em movimento para abraçar esta nova profissão? O tempo. Tempo para ele, para a família, para os amigos, para as coisas de que gosta. "A Pau Marceneiros, tal como o nome indica, faz marcenaria e não carpintaria. Fazemos mobiliário pensado para o cliente. Gostamos de perceber primeiro o que o cliente pretende e depois desenhar e construir peças que se adaptem e completem o espaço para onde foram pensadas." Os seus clientes, diz, "vão desde a vizinha do pátio que só quer arranjar a gaveta da cozinha até à classe média/alta que pretende uma peça, ou várias, personalizadas e únicas para a sua casa." Desde porta-chaves para um Hostel, a €2, a uma estante por €7000, da Pau Marceneiros tem saído de tudo um pouco.
 
A Pau Marceneiros fica na Rua da Junqueira, 200, PT 25. Tel. 91 759 77 70.

PlATAFORMA
Rede de Carpintarias de Lisboa: Quando precisar de um carpinteiro, marceneiro, restaurador vai agradecer ter guardado a redecarpintarias.org nos favoritos.
 
Pode pesquisar por tipo de oficina, de trabalho, de maquinaria ou mesmo por freguesia. Ao fazê-lo, está a apoiar as carpintarias locais e a ajudar à manutenção de profissões que têm vindo a perder destaque, sobretudo nos centros urbanos. A Rede de Carpintarias de Lisboa "quer reabilitar a cultura de carpintarias locais como impulso regenerador para a cidade, resgatando um saber técnico especializado, valorizando estas oficinas como parte da programação da cidade e através das artes e ofícios contribuir para a qualidade e sustentabilidade da reabilitação urbana de Lisboa", lê-se na plataforma online.
Se não sabe bem a que profissional recorrer, porque, na verdade, desconhece as particularidades do trabalho de cada profissão, vai gostar de ler o glossário, publicado no site, e ficar a conhecer as diferenças entre carpintaria, marcenaria, restauro, entre outras nomenclaturas sobre as quais é possível que nunca tenha ouvido falar.


RESTYLING
Wood Stories: Aqui, as ‘narrativas’ têm sempre um mesmo ponto de partida: "Do velho se faz novo." A Wood Stories promete dar um final feliz a peças com história.
 
Fazem reciclagem e restauro de mobiliário em madeira, modernizam móveis antigos para que possam ser inseridos em novos ambientes, mais atualizados. Rafaela Fraga Brás, designer de interiores, é a fundadora da Wood Stories, que surge como consequência de projetos de decoração e restyling, em que muitas vezes os clientes pretendiam desistir de peças já desatualizadas para adquirirem outras de menor relevo e qualidade. "O nosso trabalho é criado de forma muito artesanal e muitas vezes os clientes dão-nos carta-branca para decidirmos a cor, puxadores, patines... Gostamos de trabalhar a madeira como se fosse uma tela e podemos ir muitas vezes mais longe, como aplicar tecido ou papel de parede."
Ao ateliê chegam clientes jovens, que herdam peças de família e querem reaproveitá-las, ou clientes acima dos 50, cansados do mobiliário com que vivem há anos. Cadeiras, cabeceiras de cama, cómodas e mesas de cabeceira, estantes e louceiros estão entre as peças mais populares. 
A Wood Stories está em facebook.com/woodstoriesrestauros. Tel. 96 248 74 54.
 
RESTAURADOR
  1. Tem nome de festival, mas trata-se da oficina de Vasco Stock. A restaurar móveis desde 1999.
 
"Trabalhamos sobretudo com antiguidades a nível de restauro; fazemos também reproduções/réplicas, móveis à medida e pintura decorativa. É um sector muito específico. O nosso nicho é o ‘manual’, o ‘artesanal’; fazemos como se fazia antigamente, ao estilo de antigamente, com os materiais e seguindo as técnicas dos artesãos de antigamente." A operar em São Pedro de Sintra, mais recentemente, Vasco tem também criado candeeiros com pedaços de madeira que chegam às praias de Sintra, trazidos pelo mar, ou que recolhe na Serra.
Devido à surdez, com que lida desde cedo, houve, por parte dos pais, uma preocupação precoce com o seu futuro profissional. Vasco tinha "jeito de mãos" e essa destreza foi potenciada com a convivência com um carpinteiro. Tinha 12 anos. Mais tarde, cursou marcenaria e restauro, na Fundação Ricardo Espírito Santo, lançou-se por conta própria e, hoje, a Woodstock é uma oficina bem conhecida no mercado.
Fica na Praça D. Fernando II, 18, Loja 15, Largo da Feira de São Pedro de Sintra. Tel. 91 861 69 92; woodstock.com.pt.


Por Petra Alves

The Smile: Em Londres, o ateliê Alison Brooks Architects construiu um sorriso em madeira, bem rasgado.
A Árvore da Vida | ‘Nasceu’ em Braga e tem um quê de divino.
Grow Pencil | Ou o lápis que se transforma em planta aromática.
The Hard Life | Em livro, uma seleção de objetos da ruralidade portuguesa, pelo designer britânico Jasper Morrison.
Rede de Carpintarias de Lisboa | Quando precisar de um carpinteiro, marceneiro, restaurador vai agradecer ter guardado a redecarpintarias.org nos favoritos.
Estado d’Alma | Podia ser muita coisa, mas é o nome da marca criada por dois jovens designers que cedo começaram nas lides do mobiliário.
Pau Marceneiros | É o novo ‘filme’ da vida de Sérgio Cunha que, durante 20 anos, foi pós-produtor vídeo. Protagonistas: a madeira, as ferramentas, uma oficina e a vontade de fazer o que se gosta.
Mão decorativa em madeira, em www.haymini-market.com
Relógio de parede Shadow, em madeira, da Umbra, €70 em glamourarte.pt
Candeeiro de mesa, Riggad, com cobertura em bétula maciça, €59,99, na Ikea
Cadeira Copenhaga construída com base numa técnica da escola Bauhaus. Preço sob consulta em www.hay.dk
Móvel em madeira de carvalho e lacado. Da Loloca, €1300, em glamourarte.pt
Mesa de apoio em madeira, preço aproximado €114, em anthropolgie.com
Puzzle para crianças Safari Jumble, com nove peças e formas orgânicas. Preço aproximado €22, em www.anthropolgie.com
The Smile: Em Londres, o ateliê Alison Brooks Architects construiu um sorriso em madeira, bem rasgado.
A Árvore da Vida | ‘Nasceu’ em Braga e tem um quê de divino.
Grow Pencil | Ou o lápis que se transforma em planta aromática.
The Hard Life | Em livro, uma seleção de objetos da ruralidade portuguesa, pelo designer britânico Jasper Morrison.
Rede de Carpintarias de Lisboa | Quando precisar de um carpinteiro, marceneiro, restaurador vai agradecer ter guardado a redecarpintarias.org nos favoritos.
Estado d’Alma | Podia ser muita coisa, mas é o nome da marca criada por dois jovens designers que cedo começaram nas lides do mobiliário.
Pau Marceneiros | É o novo ‘filme’ da vida de Sérgio Cunha que, durante 20 anos, foi pós-produtor vídeo. Protagonistas: a madeira, as ferramentas, uma oficina e a vontade de fazer o que se gosta.
Mão decorativa em madeira, em www.haymini-market.com
Relógio de parede Shadow, em madeira, da Umbra, €70 em glamourarte.pt
Candeeiro de mesa, Riggad, com cobertura em bétula maciça, €59,99, na Ikea
Cadeira Copenhaga construída com base numa técnica da escola Bauhaus. Preço sob consulta em www.hay.dk
Móvel em madeira de carvalho e lacado. Da Loloca, €1300, em glamourarte.pt
Mesa de apoio em madeira, preço aproximado €114, em anthropolgie.com
Puzzle para crianças Safari Jumble, com nove peças e formas orgânicas. Preço aproximado €22, em www.anthropolgie.com
The Smile: Em Londres, o ateliê Alison Brooks Architects construiu um sorriso em madeira, bem rasgado.
7 obras de arte em madeira

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!