Celebridades

Lady Gaga lamenta ter trabalhado com R Kelly e promete não voltar a fazê-lo

A cantora pop escreveu uma declaração poderosa no Twitter classificando as alegações contra R Kelly de classificou de "horríveis e indesculpáveis".
Por Ana Silva, 11.01.2019

No início deste ano, o mundo revoltou-se contra o cantor R Kelly depois do canal de televisao Lifetime ter lançado o documentário "Surviving R Kelly". São seis episódios durante os quais várias mulheres acusam o cantor de 52 anos de abuso sexual. Face às acusações, as autoridades da Georgia e de Chicago, nos Estados Unidos da América, iniciaram uma investigação criminal ao cantor.

"Acredito a 1000% nestas mulheres e sei que estão a sofrer. As suas vozes devem ser ouvidas e levadas a sério." Lady Gaga escreveu no Instagram. "Como vítima de agressão sexual, fiz essa música [Do What You Want] num momento sombrio da minha vida. A minha intenção era criar algo extremamente desafiador e provocador porque eu ainda não tinha processado o trauma."

Após a polémica, a cantora decidiu retirar do iTunes este mesmo tema, Do What U Want, que contava com a colaboração de R Kelly e pediu desculpa por algum dia ter trabalhado com ele. A própria filha de R Kelly partilhou que "o monstro de que vocês estão a falar é o meu pai e eu estou bem ciente do que ele é. Eu cresci naquela casa."

Os streamings de temas de R Kelly aumentaram após o lançamento do documentário e até agora nenhuma das acusações foi confirmada.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
1 Comentários
Anónimo Vai se a ver foram todas vitimas de bulling e assedio. Fica bem. Se estiveres numa sala com 100 mulheres e 99 disserem que foram vitimas de assedio a centesima tambem vai dizer o mesmo.Esta historia ja comeca a cheirar mal. Qualquer dia convidar uma mulher para sair e assedio, mesmo que ela so tenha que dizer que ou nao quer ou nao pode. Isto comeca a passar do limite do razoavel.
13.01.2019
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!