Celebridades

Emilia Clarke partilha mais detalhes sobre a operação que lhe salvou a vida

Foi no período de gravações da série ‘A Guerra dos Tronos’ que a atriz lutou contra dois aneurismas cerebrais.
Por Inês Fernandes, 09.04.2019

Em fevereiro de 2011, pouco tempo depois de terminar de filmar a primeira temporada de A Guerra dos Tronos, Emilia Clarke sentiu uma dor e pressão intensas dentro da sua cabeça e foi levada para o hospital de emergência. Rapidamente lhe foi dito que era uma aneurisma e que, por sorte, tinha sido operada a tempo.

O segundo aneurisma aconteceu durante as gravações da série, em que uma veia inchou no cérebro de Emilia, o que implicou mais uma operação. A atriz, que contou pela primeira vez o sucedido num ensaio escrito para a The New Yorker, esteve no programa da manhã da CBS para explicar um pouco mais sobre a sua luta. "Se uma parte do cérebro não recebe sangue, para de trabalhar. É como o nosso próprio curto-circuito. E eu tive-o e eles não sabiam o que era".

Nesta entrevista com a CBS partilhou fotos de si mesma no hospital, e contou que os médicos não sabiam que parte do cérebro iria deixar de funcionar: "os médicos [estavam a olhar para o meu cérebro] e a pensar ‘nós achamos que pode ser… a sua concentração, a sua visão periférica…’"

Confessou também que uma das suas paranóias durante muito tempo era que não conseguiria mais representar. "Eu pensei do género ‘E se há um curto-circuito no meu cérebro que faz com que eu não consiga mais ser atriz?’".

A decisão de vir a público com a sua história foi o facto de poder alertar sobre os perigos de um ferimento cerebral. Por causa desta experiência, Emilia Clarkle lançou a instituição de solidariedade SameYou, que se vai dedicar a ajudar pessoas que sofreram lesões cerebrais ou AVC’s.

Veja as palavras da atriz sobre o seu susto médico, a série e a sua caridade:

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!