Fitness

Aline Fernandes: a yogi brasileira vai marcar presença no Wanderlust

A segunda edição do Wanderlust realiza-se no dia 30 de setembro e traz a Lisboa algumas das mais influentes figuras do yoga. Falámos com Aline Fernandes, a yogi brasileira que irá marcar presença no palco principal.
Por Carolina Silva, 19.09.2018

Nasceu nos Estados Unidos há dez anos, chegou à Europa sete anos depois e já vai na sua segunda edição, em Lisboa. Falamos do Wanderlust, um evento de yoga e lifestyle que promove um estilo de vida saudável e celebra o bem-estar.

O festival, que começa às 8.30h nos Jardins da Fundação EDP, em Belém, conta com um triatlo mindful (corrida 5 km + yoga + meditação) e diversas outras atividades distribuídas pelos espaços temáticos dos jardins, incluindo workshops e talks dinamizadas por mais de 40 professores de yoga e meditação, instrutores, artistas, speakers e chefs.

Este ano o cartaz ganha com a presença de figuras internacionais, como é o caso do speaker Tiger Singleton e do guitarrista e compositor Arli Liberman (que volta a estar presente nesta edição). Em destaque estão ainda as yogis Grace Dubery e Aline Fernandes. Falamos com a instrutora brasileira que irá dar uma aula no palco principal.

Pode revelar-nos um pouco do seu percurso, desde a carreira como modelo até à paixão pelo yoga?

Fui modelo desde os 16 anos e morei nas grande capitais da moda, desde Milão, Paris, Nova Iorque, durante alguns anos. Mas morar longe da natureza e trabalhar num meio onde, para mim, a felicidade era temporária, uma vez que não me identificava com aqueles valores, incentivou-me a procurar algo que realmente me preenchesse e me fizesse feliz de uma maneira mais duradoura. Foi quando encontrei o Ashtanga Yoga em 2002, em Sydney, na Austrália.

De que forma é que a prática de yoga mudou a sua vida?

Mudou a minha visão sobre mim mesma e sobre o mundo. Deu-me mais clareza, confiança e força interna. Além de enriquecer os meus relacionamentos, comigo ou com o outro e com a mãe-natureza.

Dá aulas de yoga a crianças. Pode explicar-nos os benefícios de iniciar esta prática desde cedo?

Os benefícios são imensos, mas todas as crianças têm as suas necessidades, por isso depende muito delas. Mas alguns benefícios generalizados são: mais foco, concentração, maior relaxamento e calma.

As aulas para empresas também são uma prática comum. De que forma é que o yoga e a meditação podem ser complementares a uma vida profissional mais positiva?

O yoga e a meditação são plataformas de conexão e de transformação que servem para todos, independentemente da área de trabalho, idade e estilo de vida. Obviamente, têm de ser adaptados a cada pessoa. No cenário empresarial, práticas como estas são potencializadoras tanto de um melhor desempenho, mas também das relações interpessoais. Há assim uma qualidade de trabalho melhor, com mais concentração, clareza e harmonia. Atingem-se as metas com mais facilidade.

Os retiros que a Aline organiza têm uma componente social e ambiental. Pode dar-nos alguns exemplos de como isto se traduz?

Tenho tentado debruçar-me sobre questões ambientais e sociais de alguma forma no meu trabalho. Para mim, é muito claro que o nosso papel como seres humanos passa por cuidar do outro e do nosso planeta. Na minha opinião, a prática do yoga não tem valor nenhum se não houver também uma preocupação e cuidado com o próximo e com a natureza. Aplico estes valores convidando, por exemplo, algumas organizações para participarem nos meus retiros, compartilhando o que vem sendo feito e como podemos participar e contribuir na nossa vida diária. O resultado tem sido bem especial: os alunos conectam-se com estas questões e aplicam práticas positivas no seu dia a dia.

Mais informações

Abertura de portas: 8h30

Corrida 5 km: 10h30

Encerramento: 18h30

www.wanderlust108.pt

www.facebook.com/wanderlustportugal/ 

www.instagram.com/wanderlust_portugal/ 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!