Sexo

Os ciúmes na era digital: o que mudou?

Um estudo vem confirmar a forma como as redes sociais e os telemóveis vieram mudar os relacionamentos e trazer desconfiança aos casais.
Por Andreia Rodrigues, 28.02.2018
A Internet veio mudar o amor. O romantismo já não é o que era, não há a ânsia de receber uma carta, os nervos à espera que o telefone toque e os compromissos não são como antigamente. Com as redes sociais é possível conhecer pessoas à distância de um clique e os especialistas dizem que a procura do amor, nos dias de hoje, é parecida com um processo de seleção, pois estudamos os perfis das redes sociais como se fossem um curriculum vitae e tornamo-nos recrutadores dos nossos relacionamentos.

Uma vez alcançado o amor e definida a exclusividade, a aventura começa. Um estudo da Kaspersky Lab, divulgado no ano passado, afirmou que os casais mais felizes publicam menos nas redes sociais e que os mais felizes são mesmo os que não têm redes sociais. De acordo com o estudo, 80% dos utilizadores acreditam que é bom ter um espaço privado, online e offline.

No entanto, um em cada três admite espiar o comportamento digital do parceiro. Os dados mostram que 50% dos casais inquiridos revelam ainda que partilham a palavra passe do telemóvel e redes sociais e um em cada quatro tem as impressões digitais registadas nos dispositivos eletrónicos dos parceiros. Já 76% dos casais que se consideram infelizes escondem coisas do parceiro, como mensagens para outras pessoas, a forma como gastam o dinheiro ou sites visitados. O estudo conclui ainda que 33% dos casais admitiram já ter tido discussões porque o outro viu algo sem a sua permissão.
 

 

 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!