Nutrição

Os alimentos que ajudam a dormir bem

Para ter uma boa noite de sono, comece por olhar para o conteúdo do seu prato.
Por Andreia Rodrigues, 01.02.2018
Há poucas coisas mais irritantes do que passar a noite a rebolar na almofada enquanto procura o sono que tarda em chegar. Sabia que o problema pode estar no seu jantar? "É o que mais se aproxima da hora de dormir. Os outros alimentos do dia já foram eliminados na sua maioria no momento de ir para a cama", afirma o nutricionista Raphaël Gruman, em entrevista à revista francesa Madame Figaro

Para melhorar o problema, deve tentar arranjar um equilíbrio para que o seu menu seja, ao mesmo tempo, leve e saciante. As proteínas são uma boa aposta. Pode optar por quinoa e lentilhas, por exemplo. O nutricionista explica que estes alimentos "têm a vantagem de ser muito nutritivos e proporcionam uma sensação de saciedade por mais tempo. Evitam os desejos noturnos que podem perturbar o sono".

Todas nos lembramos das noites da nossa infância, em que a mãe ou a avó preparavam um copo de leite para ajudar a dormir. Faz sentido, já que os produtos lácteos são também um aliado a não esquecer. No entanto, apenas os de origem animal. Segundo o nutricionista, "contêm um aminoácido chamado triptofano que também ajuda a filtrar a melatonina. Como o corpo não produz, precisa de um impulso exterior". Um iogurte de leite de vaca ou ovelha para sobremesa também vai ajudar a que adormeça.

Os legumes são também uma boa sugestão, mas apenas se forem cozinhados, pois crus vão aumentar o risco de inchaço durante a noite. Recomenda-se ainda as bananas que, apesar de serem normalmente consideradas para dar energia, são ricas em magnésio, o que relaxa os músculos, e contêm serotonina e melatonina, que encorajam o sono. Também o mel é aliado: basta uma colher de chá para estimular a libertação de melatonina no cérebro e desligar a hipocretina, que nos mantém alerta.

O nutricionista destaca ainda os chás de ervas, que têm eficácia comprovada. "Uma mistura de valeriana, tília e passiflora, como infusão em água quente, é muito interessante. Estas plantas são reconhecidas pelas suas virtudes relaxantes. E a água quente também alivia muito", refere.

Além disso, evite refeições pesadas, como por exemplo lasanha. "Os pratos muito ricos são difíceis de digerir. Isso exige muita energia, o que desperta todo o mecanismo do corpo, e o sono deixa de ser a sua prioridade", diz o nutricionista.
Outra recomendação do especialista é que não beba água com gás à noite, pois perturba o sistema digestivo.

 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!