Nutrição

Os perigos escondidos do açúcar

Muitas vezes, a primeira coisa a fazer quando queremos emagrecer é cortar no açúcar. Mas sabe realmente por que o faz? Estará a escolher os alimentos certos?
Por Joana Maia Rodrigues, 17.05.2018

Miguel Ángel Almodóvar, autor do livro Açúcar – O Inimigo Invisível, explica que o açúcar engorda devido a duas razões fundamentais. Por um lado, pelo seu óbvio valor calórico; por outro, porque o nosso metabolismo não é suficientemente acelerado para transformar todo o açúcar em energia, armazenando-se, assim, sob a forma de gordura corporal. Soma ainda o facto deste alimento ter um elevado potencial gerador de dependência. Quando consumimos açúcar o nível de insulina aumenta, fazendo disparar a sensação de fome e de cansaço. Quando falamos de pessoas obesas, o organismo entra nesta rotina, razão pela qual a vontade de comer é constante.

Porque gostamos tanto de açúcar?

O açúcar causa, no organismo, o mesmo efeito que a cocaína ou a heroína. Com isto podemos perceber o porquê de ser tão prazeroso ingerir alimentos com açúcar, mas acima de tudo entender por que é tão difícil deixar de o fazer. Membro da Real Academia de Gastronomia e citado por Almodóvar, Ismael Díaz Yubero acredita que o ser humano sentiu o sabor do doce quase ao mesmo tempo que todos os outros sabores. A partir daí, criou-se uma espécie de propensão pela procura do doce. Richard Johnson, da Universidade do Colorado, acrescenta que para os primatas ancestrais "a frutose foi a chave da sua sobrevivência".

Atualmente, a presença do açúcar vai muito além dos frutos, pois está presente nos alimentos processados, bebidas e até nos alimentos mais inimagináveis como o pão branco, o arroz branco ou produtos de charcutaria.

Alguns dos problemas de saúde mais comuns derivados do consumo de açúcar são: os diabetes, a obesidade, doenças cardiovasculares, doenças no fígado e pâncreas, lesões cerebrais, o cancro, entre outras.

Mudar de vida

Esqueça os "0% matéria gorda", "0% açúcar", "light", "sem colesterol", "rico em bifidus ativos, vitaminas, antioxidantes". Muitas vezes estes rótulos escondem mais corantes, mais conservantes ou mais químicos que em nada a vão ajudar a ter uma alimentação saudável. Para quem procura mudar de vida, no que diz respeito à dieta, são os pequenos passos que irão fazer a diferença. Comece por cozinhar em casa. Produtos frescos e da época, caso contrário, já sofreram algum processo de conservação e os nutrientes foram perdidos. Acima de tudo, não se esqueça que a forma de como cozinhamos os alimentos é fulcral.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!