Beleza / Wellness

5 alimentos que afinal não são assim tão saudáveis

Com tantas opções no mundo da comida saudável, é difícil não ficar confuso e cair na armadilha. É o caso destes cinco alimentos: afinal, podem não ser tão saudáveis como pensávamos.

29 de outubro de 2019 | Andreia Rodrigues
As redes sociais e a Internet estão repletas de informações sobre o que comer, o que não comer, o que é saudável e o que não é. Na verdade, o assunto é tão discutido que ficamos sem saber que alimentos devemos privilegiar e andamos no supermercado a vaguear sem saber bem o que comprar.

Numa entrevista à Vogue espanhola, Almudena Salces, especialista em nutrição das Clínicas Dorsia em Espanha, identificou cinco alimentos frequentemente recomendados, que parecem saudáveis, mas que afinal não são assim tanto.

Sumos Naturais e Batidos de Fruta | “Quando fazemos sumo de fruta ou smoothie, estamos a eliminar a fibra e a aumentar até três ou quatro vezes a dose de açúcar que ingerimos, uma vez que não fazemos o sumo com apenas uma porção de fruta, mas duas, três ou até quatro porções de fruta”, afirma a especialista à publicação espanhola. O ideal é que opte por comer a fruta em si. Almudena explica que “é necessário comer frutas no nosso dia a dia porque são uma fonte essencial de vitaminas, minerais e fibras”.
Foto: DR
1 de 5 / Sumos Naturais e Batidos de Fruta | “Quando fazemos sumo de fruta ou smoothie, estamos a eliminar a fibra e a aumentar até três ou quatro vezes a dose de açúcar que ingerimos, uma vez que não fazemos o sumo com apenas uma porção de fruta, mas duas, três ou até quatro porções de fruta”, afirma a especialista à publicação espanhola. O ideal é que opte por comer a fruta em si. Almudena explica que “é necessário comer frutas no nosso dia a dia porque são uma fonte essencial de vitaminas, minerais e fibras”. Sumos Naturais e Batidos de Fruta | “Quando fazemos sumo de fruta ou smoothie, estamos a eliminar a fibra e a aumentar até três ou quatro vezes a dose de açúcar que ingerimos, uma vez que não fazemos o sumo com apenas uma porção de fruta, mas duas, três ou até quatro porções de fruta”, afirma a especialista à publicação espanhola. O ideal é que opte por comer a fruta em si. Almudena explica que “é necessário comer frutas no nosso dia a dia porque são uma fonte essencial de vitaminas, minerais e fibras”.
Saladas já preparadas | Nos dias em que não há tempo para preparar almoço, é mais fácil parar no supermercado e comprar uma salada já pronta, uma opção saudável e prática, certo? Não. Acontece que a maioria dessas saladas tem ingredientes como molhos, bacon, cebola frita, entre outros, que não são saudáveis. Segundo a especialista, a salada é saudável se os seus ingredientes forem saudáveis, e existe uma lista grande de alimentos em que pode apostar, como tomate fresco, rúcula, alface, pepino, atum ou cenoura ralada. “Uma verdadeira salada fornece-nos vitaminas, minerais, fibras, proteínas e uma pequena dose de hidratos de carbono; uma salada já preparada dá-nos gordura e açúcares, principalmente”, remata.
Foto: DR
2 de 5 / Saladas já preparadas | Nos dias em que não há tempo para preparar almoço, é mais fácil parar no supermercado e comprar uma salada já pronta, uma opção saudável e prática, certo? Não. Acontece que a maioria dessas saladas tem ingredientes como molhos, bacon, cebola frita, entre outros, que não são saudáveis. Segundo a especialista, a salada é saudável se os seus ingredientes forem saudáveis, e existe uma lista grande de alimentos em que pode apostar, como tomate fresco, rúcula, alface, pepino, atum ou cenoura ralada. “Uma verdadeira salada fornece-nos vitaminas, minerais, fibras, proteínas e uma pequena dose de hidratos de carbono; uma salada já preparada dá-nos gordura e açúcares, principalmente”, remata. Saladas já preparadas | Nos dias em que não há tempo para preparar almoço, é mais fácil parar no supermercado e comprar uma salada já pronta, uma opção saudável e prática, certo? Não. Acontece que a maioria dessas saladas tem ingredientes como molhos, bacon, cebola frita, entre outros, que não são saudáveis. Segundo a especialista, a salada é saudável se os seus ingredientes forem saudáveis, e existe uma lista grande de alimentos em que pode apostar, como tomate fresco, rúcula, alface, pepino, atum ou cenoura ralada. “Uma verdadeira salada fornece-nos vitaminas, minerais, fibras, proteínas e uma pequena dose de hidratos de carbono; uma salada já preparada dá-nos gordura e açúcares, principalmente”, remata.
Bolos, bolachas e chocolates sem açúcar | “Este tipo de alimentos não são opção para incluir no nosso dia a dia porque estão cheios de gorduras”, afirma. São uma opção para dias em que nos apetece comer algo doce, mas deve ser algo ocasional.
Foto: DR
3 de 5 / Bolos, bolachas e chocolates sem açúcar | “Este tipo de alimentos não são opção para incluir no nosso dia a dia porque estão cheios de gorduras”, afirma. São uma opção para dias em que nos apetece comer algo doce, mas deve ser algo ocasional. Bolos, bolachas e chocolates sem açúcar | “Este tipo de alimentos não são opção para incluir no nosso dia a dia porque estão cheios de gorduras”, afirma. São uma opção para dias em que nos apetece comer algo doce, mas deve ser algo ocasional.
Manteiga de amendoim | Este alimento está quase sempre na moda, especialmente para quem se dedica ao exercício físico. Em relação à manteiga de amendoim, a especialista em nutrição afirma que os valores nutricionais variam conforme as marcas, mas todas vendem o produto rico em proteínas, gordura e açúcar (este último em menor quantidade). Este alimento pode ser consumido, é saudável, mas não deve abusar do seu consumo. “É muito bom que coma uma colher de chá no café da manhã com as panquecas de aveia e ovo branco como acompanhamento, mas não é bom que tome 20 colheres de sopa por dia”, explica.
Foto: DR
4 de 5 / Manteiga de amendoim | Este alimento está quase sempre na moda, especialmente para quem se dedica ao exercício físico. Em relação à manteiga de amendoim, a especialista em nutrição afirma que os valores nutricionais variam conforme as marcas, mas todas vendem o produto rico em proteínas, gordura e açúcar (este último em menor quantidade). Este alimento pode ser consumido, é saudável, mas não deve abusar do seu consumo. “É muito bom que coma uma colher de chá no café da manhã com as panquecas de aveia e ovo branco como acompanhamento, mas não é bom que tome 20 colheres de sopa por dia”, explica. Manteiga de amendoim | Este alimento está quase sempre na moda, especialmente para quem se dedica ao exercício físico. Em relação à manteiga de amendoim, a especialista em nutrição afirma que os valores nutricionais variam conforme as marcas, mas todas vendem o produto rico em proteínas, gordura e açúcar (este último em menor quantidade). Este alimento pode ser consumido, é saudável, mas não deve abusar do seu consumo. “É muito bom que coma uma colher de chá no café da manhã com as panquecas de aveia e ovo branco como acompanhamento, mas não é bom que tome 20 colheres de sopa por dia”, explica.
Bebidas ou refrescos à base de chá | Estas bebidas contêm muitos açúcares e podem ser bebidas só ocasionalmente. A especialista afirma que a escolha ideal deve ser sempre água.
Foto: DR
5 de 5 / Bebidas ou refrescos à base de chá | Estas bebidas contêm muitos açúcares e podem ser bebidas só ocasionalmente. A especialista afirma que a escolha ideal deve ser sempre água. Bebidas ou refrescos à base de chá | Estas bebidas contêm muitos açúcares e podem ser bebidas só ocasionalmente. A especialista afirma que a escolha ideal deve ser sempre água.
Saiba mais Almudena Salces, comida saudável, alimentação, alimentação saudável, saúde, nutrição
Relacionadas

Os 15 frutos mais ricos em água

O nosso corpo é 70% composto por água. Por isso, é essencial que a ingira, para manter o bom funcionamento do organismo, seja bebendo ou até comendo fruta. E se pensa que a melancia é o fruto com mais água, então veja a fotogaleria.

10 Conselhos Para Um Almoço Equilibrado

Conversámos com Rita Rocha de Macedo, nutricionista e autora do novo livro Mais Receitas da Dieta Prática, que nos diz como comer bem ao almoço, sem arruinar o número na balança.

Hunger Games: comer ou não comer, eis a questão

Fasting, jejum intermitente ou jejum prolongado: são estes alguns dos nomes que designam a dieta do momento, que mais não pede que se feche a boca. Mas será (mesmo) esse o melhor remédio para emagrecer?

Mais Lidas