Beleza / Tendências

Cabelos: 10 cortes, cores e penteados para experimentar este inverno

No que toca às novidades de cabelos para a época mais fria, a palavra que nos vem à cabeça no momento– depois de uma análise detalhada do estado da indústria – é prudência.

Foto: Getty Images
23 de dezembro de 2020 | Marta Vieira

A verdade é esta: não estamos dispostos a arriscar tudo, como noutros tempos. Tudo poer causa da incerteza do momento pandémico que vivemos. Se um novo confinamento prolongado surgir, desta vez não temos desculpa para não estar preparados. Pelo menos este parece ser o sentimento geral.

No que toca à beleza, as tendências refletem isso mesmo. Claro que existem algumas exceções – lá iremos. No fundo, queremos descomplicar a nossa vida e sentir que controlamos alguma coisa, mais que não seja o nosso próprio cabelo.

Acima de tudo, pretende-se um regresso às origens: na textura, onde todo o curl power é bem-vindo novamente; na franja, despreocupada mas significativa; e até no comprimento megalómano.

Quanto a cortes, destaca-se o shag hair, em cabelos lisos, ondulados ou puramente encaracolados, mas também um lob para quem não se decide entre o curto e o longo. Já o mullet faz uma aparição neste inverno, aumentando um pouco o nível de ousadia. 

Leia também

Em relação a penteados não precisamos de ir muito longe. Algo clássico e que dê para concretizar em casa, de preferência sozinha, está muito bem. Como as tranças, por exemplo. Elas estão aí, é só prestar alguma atenção.

Já quando falamos de coloração, aqui sim o ambiente aquece: por um lado temos as raízes, agora mais sensuais do que nunca (pelo menos é o que muitos pensam, celebridades inclusive), por outro a hipótese de um cabelo com duas cores ao género Cruella de Vil mas no século de Billie Eilish.

10 tendências de cabelo para este inverno

Yara Shahidi
Yara Shahidi Foto: Getty Images
Leia também

1. Poder em espiral

Para quem tem cabelo encaracolado – e não estamos a excluir qualquer tipo de caracol, existem imensas possibilidades. O desafio máximo? Largar a prancha de uma vez. Para isso é preciso um certo savoir-faire, muito conseguido através de uma boa hidratação e, claro, um excelente leave-in. Recorda-se de como o designer Christopher John Rogers (outono-inverno 2020) homenageou esta tendência na passerelle? É por aí.

Zazie Beetz
Zazie Beetz Foto: Getty Images
2. Au naturel

É exatamente assim que vai querer a sua franja: natural e com personalidade. Tal e qual como veio ao mundo. Ter caracóis também não é desculpa, como se pode ver pela imagem de Zazie Beet. Uma sugestão: peça ao seu cabeleireiro para aparar a franja enquanto esta ainda está seca e com a sua forma natural.

Leia também
Sara Sampaio
Sara Sampaio Foto: Instagram @sarasampaio

 3. Até ao infinito e mais além

Os cabelos compridos estão de volta, não há dúvida. Mas não de qualquer forma. Querem-se cuidados até à última ponta. Cortes estruturais e a direito afirmam-se apesar de um bom corte em camadas, ser uma forma prática de o deixar mais leve. Basta observar o desfile Rodarte na semana de moda de Nova Iorque no início do ano e para se convencer de vez. Aqui Bella Hadid precisou de extensões, mas talvez não seja o seu caso.

Zendaya
Zendaya Foto: Getty Images
4. Shaggy hair
Leia também

O chamado shag (ou shaggy) hair voltou em força em 2020 e parece que veio para ficar. A inspiração vem do estilo rétro dos anos 70. Muito Farrah Fawcett. A ideia é criar um look descomplicado onde madeixas por camadas e fios desconexos fazem parte de um corte de comprimento médio e assimétrico. Quer-se algum volume e muito movimento.

Selena Gomez
Selena Gomez Foto: Getty Images

5. Bob days are over

Mas há uma alternativa e chama-se lob. Trata-se, pois, da sua versão mais longa, um long bob. O seu limite é pelos ombros, embora existam versões ligeiramente acima ou abaixo. Para quem não quer arriscar muito no corte, mas já não suporta o peso do comprimento, é uma excelente hipótese.

Miley Cyrus
Miley Cyrus Foto: Getty Images
6. Mullet fever

É muito provavelmente o corte do ano, inspirado em David Bowie, e modernizado por Miley Cyrus, no desfile outono 2020 de Marc Jacobs, ou mesmo Billie Eilish. Muito popular no início dos anos 80, combina uma franja pesada com camadas de cabelo mais leves, sendo mais comprido atrás do que à frente.

Tilda Swinton
Tilda Swinton Foto: Getty Images
7. Feminino ou masculino? Neutro

A neutralidade de género, uma das grandes questões desta década, sempre teve espaço na Moda e na Beleza.  O convencional está a ser posto em causa e celebridades como Justin Bieber, Tilda Swinton ou Ruby Rose (na foto) já linharam.

Alexa Chung
Alexa Chung Foto: Instagram @alexachung
8. Elas estão por todo o lado

Falamos de tranças, ora pois. Delicadas; transformadas em rabos de cavalo; de tamanho maior ou mesmo inacabadas. Vale tudo, ou quase tudo. Do streetwear à passadeira vermelha, Zendaya, Rihanna e até Kim Kardashian já lhes deram uma hipótese.

Beyoncé
Beyoncé Foto: Instagram @beyonce
9. (Quase) tudo à mostra

Mostra-me as tuas raízes e dir-te-ei quem és. Foram, sem dúvida, um assunto muito discutido durante a quarentena, quando não havia oportunidade para visitar um cabeleireiro e o cabelo pintado dava lugar ao cabelo subjacente natural. Dois tons, quel horreur! Ou não, já que muitos se renderam por completo. Tanto que agora são tendência.

Dua Lipa
Dua Lipa Foto: Getty Images
10. Dois em Um

Atualmente, este revival dos anos 90 deve muito a Dua Lipa ou mesmo Billie Eilish. Hoje em dia, também se popularizou nas passerelles, especialmente da semana de moda de Londres ou mesmo no desfile de Dries Van Noten em Paris (outono-inverno 2020). Também Christian Siriano no seu desfile em Nova Iorque (outono-inverno 2020) propôs um look muito à Harley Quinn, desta vez preconizado num sumptuoso rabo de cavalo colorido.

Saiba mais beleza, tendências, cabelos, cortes, cores, penteados, inverno, 2020/2021
Mais Lidas