Beleza / Tendências

5 coisas que nunca devemos fazer ao cabelo antes de dormir

Ninguém disse que era fácil ser uma Bela Adormecida dos tempos modernos, e acordar com o cabelo tão impecável quanto ela. Princesas contemporâneas, saibam tudo aquilo que não devem fazer antes de dormir para acordarem com um cabelo saudável e, já agora, dormir melhor.

Foto: Pixabay / Pexels
17 de fevereiro de 2021 | Rita Silva Avelar
Já ouviu falar na expressão sono de beleza? Saiba, então, que para o garantir não é suficiente preocupar-se somente com os rituais de beleza habituais antes de dormir, como estar "longe" do telemóvel, limpar bem a pele ou beber um chá de camomila para adormecer melhor. O cabelo também entra nesta equação, e o cuidado que temos (ou não) com ele tem impacto na noite de sono que temos pela frente. Além disso, influencia a nossa saúde capilar. Neste caso, tudo conta, desde a almofada eleita para dormir até à humidade e temperatura que estão no quarto. Até a forma como atamos o cabelo tem impacto na forma como dormimos e acordamos no dia seguinte. Saiba quais são os maus hábitos a abolir a partir desta noite, para um cabelo saudável e uma noite de sono reparadora.

1) Dormir sob uma almofada com uma fronha de algodão

"O algodão é conhecido por absorver a humidade natural do cabelo, deixando-o seco e frisado" revela Ashley Wahler, especialista e cabeleireira das celebridades, à Byrdie. Portanto, é aconselhado que troque a sua fronha por uma de seda, para evitar fios de cabelo com tendência quedradiça e manter o seu cabelo com um aspeto saudável e brilhante.

2) Não atar o cabelo (no sítio certo)

Leia também
Dormir com o cabelo para baixo parece ser algo natural e que todas fazemos, mas podemos estar a fazer mais mal do que bem, especialmente se o cabelo for comprido. Dormir com os cabelos soltos aumenta a probabilidade de se emaranharem durante a noite e, consequentemente, levar a que quebrem durante o dia, no momento em que tentamos desembaraçá-los.  Assim, a melhor coisa a fazer é atar o cabelo no topo da cabeça para que nunca durma diretamente em cima dele enquanto estiver deitada.

3) Atar o cabelo com elásticos de borracha ou metal

É urgente abolir os elásticos feitos de materiais como borracha ou metal, que danificam o cabelo durante a noite, tornando-o mais quebradiço. Os scrunchies em seda ou materiais mais maleáveis são a escolha certa, pelo menos para o período da noite.

4) Ir dormir com o cabelo molhado

Leia também
Pelo menos uma vez na vida já lhe aconteceu, confesse. Enrolar o cabelo na toalha, deitar-se e adormecer. As consequências sentem-se logo pela manhã, ao acordar. Provavelmente ganhou "jeitos" estranhos e vai ter que perder mais tempo a secá-lo com mais cuidado e dedicação. Além disso, pode ser algo propício a constipações. 

5) Dormir num ambiente seco

Que o tempo seco e árido é avesso à nossa pele, isso já sabiamos (quem nunca sofreu com os lábios gretados, ou a pele a escamar?). Saiba tal condição do ar pode ter efeitos muito semelhantes e igualmente negativos no nosso cabelo. Se o quarto for naturalmente seco, ou se tiver um aquecedor ligado, o cabelo sofrerá danos, a médio/longo prazo. Tente investir num humidificador, recomendam os especialistas. 
Leia também
Saiba mais Cabelos, Dormir, Saúde Capilar, Beleza, Sono, Almofada, Cabelos, Tendências
Mais Lidas
Televisão Halston, o homem que inventou a moda americana

Foi o rei da Nova Iorque dos anos 70, quando mulheres como Jackie Kennedy ou Bianca Jagger não dispensavam as suas criações, tão minimalistas como sensuais. Halston inspirou uma minissérie da Netflix, com Ewan McGregor no principal papel.