Rosto&Corpo

As rotinas de beleza de Jani Zhao, Joana de Verona, Sofia Cerveira e Sónia Balacó

Jani Zhao, Joana de Verona, Sofia Cerveira e Sónia Balacó partilham os seus distintos estilos de vida e as rotinas de beleza Chanel que as acompanham. Em comum têm uma característica que salta à vista assim que entram: todas iluminam uma sala.
Por Carolina Silva, 25.12.2018

Jani Zhao, a meditadora

"Acredito num mundo melhor e parte disso é aceitarmo-nos a nós próprios e ao outro, tal como ele é"

Consciente do seu papel na sociedade, Jani terminou, recentemente, as gravações da novela Jogo Duplo, na qual interpretou uma das suas personagens mais impactantes, tanto a nível nacional como internacional. Neste desafio, admite, cresceu e aprendeu muito, mas é com algum distanciamento que observa melhor os últimos meses e a responsabilidade inerente à representação perante o público: "Em todos os papéis que eu desempenho, descubro muito de mim e em mim porque olho mais para dentro do que para fora. É a parte mais interessante deste trabalho porque tenho acesso a perspetivas e a universos diferentes, às vezes perante situações bastante simples. Não nos podemos esquecer da diferença que o nosso trabalho poderá fazer na vida das pessoas que se sentem representadas." Apologista de tomar riscos, Jani assume que já sabe bem o que quer e o que não quer: "Eu quero fazer parte da mudança. Que se quebrem os estereótipos e que haja complexidade e profundidade independentemente da nossa aparência porque somos muito mais do que o sítio onde nascemos ou do que a nossa orientação sexual [em Jogo Duplo, Jani desempenhou o papel de uma lésbica]. Eu acredito num mundo melhor e considero que parte importante disso é aceitarmo-nos a nós próprios e aceitarmos o outro tal como ele é, com as suas várias camadas." Prestes a iniciar uma viagem de sete meses por vários países, entre o sudoeste asiático e a Austrália, confessa que uma das rotinas de que nunca abdica, em parte alguma do mundo, é da meditação que pratica diariamente. Quando a interrogamos sobre o que espera deste périplo, remata: "Perder-me e encontrar-me. Temos de provocar a vida."

Joana de Verona, a nómada

"Eu nunca sinto que estou a sair ou a voltar para um lugar, mas sim que habito e que estou no presente de cada lugar onde me encontro"

O contacto com a Chanel não é de agora. Em 2015, no Festival de Cinema de Cannes, durante a apresentação do filme 1001 Noites, de Miguel Gomes, Joana foi convidada para representar Portugal no jantar promovido pela Chanel e pela Vanity Fair e foi imediatamente seduzida pelos batons da marca. A atriz luso-brasileira, que possui um dos mais impressionantes currículos da sua geração, não é estranha a nomeações e ao passo acelerado que a profissão exige. Participou, recentemente, na série de época Mais Leve que o Ar, sobre a vida de Alberto Santos-Dumont, produzida pela HBO Brasil e com estreia para 2019: "A minha personagem é a Almerinda, uma mulher forte e popular que vive em condições precárias, e cujo marido, que é um grande amigo de Santos-Dumont, embarca nas aventuras e devaneios dele. Está sempre presente [na série] a dualidade entre o sonho e a utopia de se inventar algo, e de viajar a partir dessa invenção. E, por outro lado, a realidade dura do proletariado de uma pré-Primeira Guerra Mundial, em França." Joana transita entre Portugal e o Brasil, essencialmente em trabalho, mas confessa que o que gosta de fazer quando não está a trabalhar é de viajar. "Eu sempre estive habituada a um certo nomadismo porque já vivi em muitos sítios diferentes, no Brasil, em Portugal, em Berlim… Tenho família em diferentes partes do mundo e nunca sinto que estou a sair ou a voltar para um lugar, mas sim que habito e que estou no presente de cada lugar onde me encontro. Os meus pais habituaram-me a isso." Nas próximas semanas, juntará à sua lista de estreias deste ano os filmes Praça Paris (a 4 de Outubro) e Pedro e Inês, onde é protagonista (a 18 de Outubro).

Sofia Cerveira, a sensorial

"O maior dos luxos, neste momento, é parar para conseguir apreciar as coisas boas da vida. E para agradecer"

Sofia Cerveira é a representação perfeita de conciliação. Move-se com a delicadeza segura de quem respeita o seu passo e admite que gosta de fazer tudo com calma. Mas entre o trabalho (celebrará, este ano, o décimo aniversário do programa E Especial, que se orgulha de apresentar, ao qual juntará, em Dezembro, o Festival Internacional do Circo de Monte Carlo) e a vida familiar (é mãe de Vitória, uma menina de dois anos), sublinha que, às vezes, também precisa de correr, principalmente depois de ter sido mãe. E talvez por isso, nesta fase, considere que o seu maior luxo é ter tempo: "Para estar com quem mais amo, para me expressar como sou. O nosso quotidiano é tão acelerado, às vezes, que considero que o maior dos luxos, neste momento, é mesmo parar para conseguir apreciar as coisas boas da vida. E para agradecer." Para breve está ainda a estreia de um projeto do marido, no qual está muito envolvida. "Trata-se do projeto Vitória, uma curta-metragem do Gonçalo [Diniz] sobre a experiência pessoal dele e as ferramentas que utilizou para superar o cancro. Eu soube que estava grávida [de Vitória] quase em simultâneo com os tratamentos [oncológicos] do Gonçalo e, por isso, este projeto não poderia ter tido outro nome."

Sónia Balacó, a multitasker

"Sinto que sou o centro de muitas linhas que se cruzam"

Apesar de ser reconhecida como modelo e como atriz, a poesia é a sua paixão mais antiga. Escreveu, praticamente em segredo, durante quase 30 anos ? começou a escrever poemas na infância que admite terem feito parte da sua aprendizagem ? e foi apenas em 2014 que decidiu que estava na altura de compilar os seus poemas preferidos num livro. "Foram surgindo novos poemas e surgiu assim Constelação, que foi publicado em 2015." Nessa altura publicou um livro de poesia visual, com edição da Underdogs, uma colaboração que culminou no Festival Iminente, em Lisboa, com a sua performance em The Poet is Present, uma participação que consiste na interação do poeta com o público e em implicá-lo no ato da poesia. Conciliar tudo não é, no entanto, uma tarefa impossível para Sónia: "Na realidade, é o meu sonho. Ainda não estou a fazer tudo o que quero fazer, mas para lá me dirijo e quero dar expressão às várias coisas que sou. Sinto que sou o centro de muitas linhas que se cruzam e isso é ótimo." Na representação, desafiam-na personagens que a retiram da sua zona de conforto, como a que interpreta na série Os Idiotas e a sua personagem na cinebiografia Variações, sobre António Variações, e que poderemos ver em 2019.

Blue Serum
Da pesquisa sobre ingredientes provenientes de zonas do planeta onde os habitantes vivem melhor e por mais tempo, nasceu a linha Blue Serum, de Chanel. Referimo-nos às "zonas azuis", locais como a Costa Rica, a Sardenha e a Grécia, cuja dieta alimentar, baseada em ingredientes como o café verde, a lentisca e a azeitona, beneficia o organismo e a pele. O duo Blue Serum e Blue Serum Eye constitui a opção perfeita para mulheres e homens que se preocupam com o meio ambiente e que optam por texturas holísticas de rápida absorção.   

Hydra Beauty
Os primeiros tratamentos de rosto Chanel são os ideais para um estilo de vida dinâmico. Viagens constantes, diversão e menos horas de sono requerem um boost de hidratação constante. É o que oferece a linha Hydra Serum composta por produtos na vanguarda da tecnologia micro fluida e com texturas refrescantes, protetoras e iluminadoras, infundidos com cocktails vitaminados para "despertar" a pele.

Le Lift
Uma linha de produtos que pode ser customizada de acordo com as necessidades da pele, Le Lift atua na pele para estimular a sua resposta celular. Os resultados são os contornos mais definidos, a firmeza e a redução de linhas.  

Sublimage
A linha mais luxuosa de Chanel combina eficácia e sensorialidade nos seus produtos. O poder regenerador de Sublimage reside no excecional poder dos efémeros de planiflia, moléculas poderosas e raras que transmitem o seu poder revitalizante à pele, deixando-a fortalecida e iluminada.

Styling:Xana Guerra | Maquilhagem:Cristina Gomes | Cabelos: Helena Vaz Pereira

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!