Rosto&Corpo

Acne na idade adulta: como surge e como tratar

Desmistificamos a acne tardia com a ajuda do dermatologista Miguel Trincheiras.
Por Joana Maia Rodrigues, 17.07.2018

É um dos maiores dilemas da puberdade, mas pode continuar a sê-lo muito depois de a adolescência terminar e é particularmente comum nos países do Mediterrâneo, onde as mulheres têm tendência a ter a pele mais oleosa. Referimo-nos à acne avançada, que surge na idade adulta, e que é bem mais comum do que a maioria das pessoas imagina. Estima-se que mais de 50% das mulheres entre os 20 e os 40 anos sofram do mesmo. E porquê, interrogamo-nos? Deve-se essencialmente a quatro fatores pouco atrativos, mas que fazem parte dos complexos processos que ocorrem nas camadas inferiores da pele: à produção e alteração da viscosidade do sebo, alteração/desequilíbrio da flora microbiana, queratinização do canal pilo-sebáceo e, por fim, inflamação. O seu processo desdobra-se em três fases (retencional, inflamatória e cicatricial) e as causas apontadas são variadas.

Uma boa rotina de higiene é essencial na sua prevenção. O dermatologista Miguel Trincheiras aconselha o uso de loções e tónicos de excipiente hidra alcoólico suave, devido ao seu efeito desengordurante. Outro fator igualmente importante prende-se com as bactérias que nós próprios transferimos para a cara. Leia-se: mantenha as mãos afastadas do rosto, uma vez que as bactérias, vírus e alérgenos transferem-se facilmente dos dedos para o rosto.

Também é frequente que o aparecimento de acne esteja intimamente relacionado com fatores hormonais (por exemplo, alterações no ciclo menstrual) e medicação. Por último, é necessário ter uma atenção reforçada com os cosméticos e maquilhagem utilizados, privilegiando sempre o rótulo oil-free.

Para o seu tratamento, Miguel Trincheiras recomenda consultar um especialista e informa ainda que os cuidados recomendados variam consoante o tipo de acne em questão, a sua gravidade, a afetação psicológica que gera, o tipo de pele, o sexo, a idade, os antecedentes e o tipo de recursos económicos do paciente. Relembra ainda que poderão surgir manchas após os tratamentos: "O tempo é o melhor aliado no tratamento das manchas provocadas pela acne", defende o dermatologista. "Contudo, quando estas persistem temos sempre ao nosso dispor terapêuticas despigmentantes, como é o caso do laser fracionado. Nunca é demais lembrar que a proteção solar é a chave da prevenção."

Tags: acne acne tardia miguel trincheiras dermatologista dermatologia borbulhas pontos negros pele problemas de pele
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!