Rosto&Corpo

A lei dos chakras: como recuperar o equilíbrio emocional?

Quando os centros energéticos do corpo estão bloqueados, tudo parece correr mal. Para recuperar o equilíbrio emocional, reencontrar a plenitude e lutar contra o cansaço, é preciso abrir e alinhar os chakras. Explicamos-lhe como e onde encontrar algumas terapias complementares para fazê-lo em Portugal e as que estão a dar que falar no resto do mundo.
Por Carolina Silva, 08.07.2019

Los Angeles, janeiro de 2018. Na costa oeste americana, onde a informalidade é rainha e o estilo de vida é relaxado, a diversidade é grande, em todos os sentidos. É o lugar onde os mais insólitos negócios prosperam e que vê nascer tendências, e foi lá que identificamos uma em notória expansão. Um pouco por todo o lado, de forma mais ou menos subtil, os cristais fazem-se notar, de Venice Beach a Hollywood: nas lojas New Age, onde a presença destes é obrigatória, mas também nos restaurantes do momento, nas joalharias mais vanguardistas e nas lojas de decoração high-end. De uma mera La La Land despreocupada, Los Angeles evoluiu para meca da metafísica e da espiritualidade norte-americanas. Reflexologia, meditação ou cristaloterapia são práticas recorrentes naquela parte do mundo e começam a contagiar o resto do planeta. Incluindo Portugal.

Ana Krausz tem 35 anos e é relações-públicas. Admite não ser uma especialista na matéria, mas confessa que, depois de um despertar para as terapias complementares, a sua curiosidade foi aumentando: "Começamos a ir atrás daquilo que alimenta o nosso equilíbrio e não conseguimos parar. Recordo-me de estar a explorar a aromaterapia e de fazer as minhas próprias ‘misturas’ com óleos essenciais. Depois, com a atenção redobrada na astrologia, vieram os banhos energéticos na altura da Lua cheia e, quando dei por mim, estava a fazer uma iniciação à cristaloterapia." Os cristais são tradicionalmente utilizados como um reforço da vibração energética de cada chakra, devolvendo-lhes a sua harmonia natural, ou como protetores. Para os mais céticos advertimos que o poder de sedução destas pedras radiantes não é novidade. Já os antigos egípcios acreditavam nas suas propriedades curativas, utilizando-as inclusivamente para enterrar os familiares. Apesar de não haver uma base científica que permita confirmar a capacidade que os cristais têm de curar maleitas, a verdade é que, num mundo centrado na tecnologia, são cada vez mais as pessoas que procuram alternativas para equilibrar a energia e para se manterem centradas: "Com a velocidade atual das nossas vidas, dei por mim a guardar obrigatoriamente um momento no meu dia (nem que sejam cinco minutos) para meditar, agradecer, reler as minhas intenções para o mês, queimar um incenso ou pau de santo e conectar-me com os meus cristais. Traz-me serenidade, felicidade, foco e energia", acrescenta.

São também cada vez mais os lugares que se dedicam à prática destas Terapias Complementares. Margaret Rosania escolheu Lisboa para abrir a Siendo, um espaço dedicado às terapias preventivas, que pretende ser o início de um processo de autocuidado que mune cada pessoa com as ferramentas necessárias para se tornar mais responsável pela própria saúde. "Temos o yoga e a meditação, práticas que proporcionam essa conexão entre a mente e o corpo, para conseguirmos estabelecer um padrão mental saudável de modo a otimizarmos a nossa energia. Isto é acompanhado por outras terapias que existem na Siendo", explica.

Health coaching, aromaterapia, cosmobiologia, osteopatia, crano-sacral, ayurveda, feng shui, homeopatia e pequenos-almoços ayurvédicos pós-yoga fazem parte da lista de práticas da Siendo. Margaret admite que para si, hoje, "é tudo incrivelmente orgânico", mas nem sempre foi assim: "Mudei de vida já há algum tempo. Trabalhava em publicidade em Nova Iorque, era diretora criativa e tinha o meu próprio estúdio em Times Square. Comecei a estudar e a dedicar-me ao yoga, tirei um ano sabático para viajar pela Índia e pela Ásia, que acabou por converter-se em três anos porque continuei a viajar, a estudar acupuntura, cristal terapia, moxubustão… e nessa altura vendi a minha parte do escritório ao meu sócio e decidi dedicar-me integralmente a esta área de bem-estar. Conheci o meu atual marido e a certa altura decidimos mudar-nos para Lisboa e abrir a Siendo aqui."

Não é possível falar destas terapias sem mencionar os centros energéticos do corpo, que a medicina tradicional indiana define como chakras. "Alinhar os chakras" é uma expressão comummente associada a práticas que estimulam o bem-estar físico e emocional, mas o que quer dizer na sua essência? Margarida Garcia, especialista em Medicina Quântica no Estoril Wellness Centre, explica-os como "rotundas do corpo, onde se intercetam nervos, órgãos e tecidos..." Existem muitos, mas são sete os que exercem uma ação predominante na nossa saúde física e emocional, alinhados ao longo da coluna, desde a sua base até ao topo da cabeça. Basta um estar em mau estado para os outros tentarem compensar, ficando desalinhados. Conheça algumas ferramentas úteis para evitar que a máquina se avarie.

Os sete chakras

1.º chakra
Na base da coluna, mais especificamente no cóccix, é o chakra básico, responsável pela consciência da sobrevivência e está conectado a questões de independência, financeiras ou alimentares. A abertura deste centro energético melhora a reflexão entre o "ser e ter".

2.º chakra
O chakra esplénico localiza-se na zona abdominal, cerca de dois centímetros abaixo do umbigo e representa a energia sexual e a nossa conexão com os outros e com novas experiências. A sua abertura estimula a energia sexual e a autoestima.

3.º chakra
O chakra do Plexo Solar representa o ego e a digestão e situa-se abaixo da caixa torácica. É a fonte do poder pessoal, da clareza e da autoconfiança e a sua abertura proporciona a capacidade de tomar decisões corretamente.

4.º chakra
O chakra do coração está localizado no centro do peito e separa os chakras inferiores (da matéria) dos superiores (do espírito). Está relacionado com questões emocionais como o amor, a alegria e a paz interior. Serve como uma ponte entre corpo, mente, emoções e o espírito.

5.º chakra
É a fonte de expressão verbal e situa-se na zona da garganta. As relações interpessoais e a capacidade de dizer a verdade estão ligadas a este chakra.

6.º chakra
O chakra frontal ou terceiro olho fica na testa, entre os olhos, e está relacionado com questões emocionais como a intuição, a imaginação, a sabedoria e a capacidade de pensar e de tomar decisões.

7.º chakra
Situado na coroa da cabeça, o sétimo chakra é o da conexão espiritual, representando a nossa ligação intima com o Universo e com uma energia superior. A alienação ao processo de espiritualização é um dos principais sinais de obstrução deste chakra.

Medicina Quântica
"A Física Quântica está em tudo!", assegura Margarida Garcia, especialista do Estoril Wellness Centre, onde a intervenção clínica da Medicina Quântica é feita com a utilização de um sofisticado aparelho de Biofeedback.

"De uma forma geral, permite-nos manobrar frequências e medições subatómicas e deu-nos uma série de tecnologias: o raio-X, a TAC, as ressonâncias são todos derivados da Medicina Quântica. O que temos na Medicina Quântica é uma base de dados com mais de 100 mil itens relacionados com o corpo humano, sabendo que cada coisa tem a sua própria frequência ultramagnética específica: vitaminas, enzimas, hormonas, neurotransmissores… É interminável.

A NASA compilou uma base de dados extensa para tornar mensurável o comportamento corporal dos astronautas de modo a proporcionar respostas específicas para resolver os problemas." O procedimento é simples: são colocadas bandas eletromagnéticas nos pulsos, tornozelos e cabeça do paciente para medir as frequências eletromagnéticas emitidas pelos vários constituintes do organismo, tais como as células de todos os órgãos e tecidos, vitaminas, minerais e microrganismos patogénicos, entre outros. Após o registo dessas frequências, as mesmas são comparadas com a base de dados onde constam os valores considerados normais. "Há algumas dissonantes das restantes e são essas que vamos avaliar para definir se são casos pontuais ou a longo prazo, e então tentar encontrar as soluções mais adequadas para tratá-las."

Recentragem integral
Descontrair os músculos, reduzir o nível de fadiga, galvanizar o corpo e a mente… São estes os atrativos do reiki, uma terapia inserida no conceito das Terapias e Medicinas de Campo Bio Energético. Patrícia Branco, terapeuta e mestre de reiki para crianças e adultos, explica que se trata de "uma terapia complementar realizada através de um toque suave ou a uma curta distância do corpo do paciente, seguindo um rigoroso código de ética [pode ser consultado na página da Associação Portuguesa de Reiki], sendo assim transmitida a ‘Energia Universal’ [Reiki] para as zonas mais necessitadas da pessoa. Reiki é não só uma terapia, mas um modo de vida". O resultado é uma sensação de relaxamento e bem-estar. 

Terapia milenar
Harmonizar os pontos energéticos é a base do Shiatsu. Com as suas raízes na Medicina Tradicional Chinesa, parte do princípio de que existem no nosso corpo uma série de canais energéticos (meridianos), através dos quais circula a energia vital (ki) que garante o bom funcionamento de todo o organismo. Quando este fluxo de energia está desequilibrado, o organismo torna-se mais propenso a doenças. O Shiatsu consiste numa massagem realizada sobre um futon, com pressões suaves sobre os pontos energéticos, de modo a libertar tensões, fortalecer o sistema nervoso e deste modo reequilibrar o fluxo energético. Uma sessão de 60 minutos no Instituto Macrobiótico de Portugal custa €60.

Moxabustão energética
Radical para eliminar as más energias que pairam no ar ou na nossa cabeça, esta técnica ancestral de estimulação dos pontos de acupuntura através do calor seduziu o planeta wellness, através de uma variedade de moxas (cilindros de plantas secas) para queimar em casa. Para escolher bem, opte por moxas que:

  • Contenham apenas ingredientes puros (ervas, flores secas, madeira de pau santo…).
  • Sejam de fabrico manual, complementado por uma récita de intenções, carregada de energias positivas.
  • Tenham preocupações ecológicas, embaladas em papéis e tecidos reciclados, não contendo qualquer material plástico.
  • Venham eventualmente acompanhadas por cristais, como quartzo rosa, garantindo, desta forma, um efeito protetor imediato.

Reconexão à terra
"O earthing ou ligação à terra exprime a ideia de que podemos obter benefícios terapêuticos através do contacto com o solo, caminhando com os pés descalços, seja no exterior ou dentro de casa", explica Gwyneth Paltrow no seu livro Beleza Natural by Goop. O conceito é atualmente defendido por um artigo publicado no Journal of Environmental and Public Health, que demonstra que esta prática favorece mudanças fisiológicas fascinantes e induz uma melhoria do estado emocional, nomeadamente na gestão do stress.

Fazê-lo no dia a dia, num jardim, na praia ou na serra, é fácil, mas se pretender uma experiência mais completa, pode tê-la na ilha da Madeira. No Hotel Jardim Atlântico nos Prazeres, o Caminho dos Pés Descalços é um trajeto de 800 metros, percorrido em plena comunhão com a natureza. Pinhas, pedras, madeiras, lama, folhas de louro e areia amarela são alguns dos materiais provenientes do arquipélago por onde os visitantes devem passar com os pés descalços. 

Banho de probióticos
Probióticos e prebióticos são conceitos que já fazem parte do nosso vocabulário, da nossa dieta e até dos cuidados que aplicamos na pele. Seja através de suplementos alimentares que ingerimos para regular a flora intestinal (e não só), ou dos mais recentes tratamento de rosto e corpo, cuja ação calmante é adequada até para as peles mais sensíveis, estas bactérias benéficas entraram no nosso quotidiano e vieram para ficar.

A hora do banho não está imune a esta tendência e não é por acaso que os banhos de feno estão a voltar à moda. Eram praticados pelos camponeses do Tirol austríaco que, após uma dura jornada a recolher palha, se deitavam no feno ainda tépido para relaxarem e sentirem efeitos enérgicos. Uma experiência muito apreciada no Hotel Heubad, em Itália, que colhe nada menos do que 50 variedades de ervas e flores a 2.500 metros de altitude para a tornar ainda mais pura e ativa. O programa: durante vinte minutos, as bactérias que favorecem o microbioma, geradas pelo processo natural de fermentação entre as plantas quentes (a temperaturas de 40°) e húmidas, aumentam o metabolismo e reforçam o sistema imunitário de uma forma nunca antes vista.

Cozinhar com consciência
Depois da tendência do improviso total na cozinha, como faziam os nossos antepassados, que transmitiam os seus conhecimentos através de livros de receitas passados de geração em geração, o chefe zen Edward Espe Brown, em No Recipe, transforma a cozinha numa prática espiritual. Ao longo das páginas, não encontramos receitas exclusivamente saudáveis, mas 1001 truques eficazes para reaprendermos a seguir o nosso olfato, a termos confiança em nós próprios e a cozinharmos com plena consciência, com todos os sentidos alerta.  

Atenção plena
Estar com atenção plena às experiências do presente pode ser mais difícil de colocar em prática do que julgamos. Os múltiplos estímulos a que estamos expostos, a falta de tempo e o stress provocam frequentemente reações automáticas que contribuem para estados de ansiedade pouco benéficos no quotidiano.

É aqui que entra o mindfulness, uma prática cujos benefícios estão tão cientificamente comprovados no alcance de um maior bem-estar que justifica que empresas como a Google, o Ebay ou o Facebook a estimulem nos seus escritórios. No curso de Introdução ao Mindfulness do Centro Upaya, em Lisboa, as sessões são interativas e combinam meditação e partilha dos resultados experienciados. As sessões são ainda acompanhadas com material didático com instruções para a prática pessoal no dia a dia.

Recalibragem fisiológica
"Oitenta por cento daquilo que pensamos e daquilo de que nos ressentimos depende do nosso estado fisiológico", afirma Xavier Chabeur, fundador do Centre Élément, em Paris. Uma das soluções para lutar contra o stress, a raiva ou as emoções negativas que nos desalinham os chakras? Um diagnóstico meticuloso, com a ajuda da câmara Bio-Well, que permite visualizar onde a água do corpo fica cristalizada, bloqueando a circulação da luz energética.

Uma vez eliminados os obstáculos, a energia retoma o seu fluxo normal e, algumas horas mais tarde, somos invadidos por uma sensação de felicidade. Uma sessão é suficiente para uma recalibragem completa.

Cristaloterapia para a pele
A utilização dos cristais também chegou aos cuidados de pele, mais especificamente em formato de rolos de jade ou de ametista que se destacaram como uma das revelações de 2018 para cuidar do rosto e do contorno dos olhos. Estimulantes da drenagem, refrescantes e tonificantes, ajudam na penetração dos produtos aplicados posteriormente e revitalizam a pele.

Agora é a vez da Gua Sha, uma das novidades que a loja online portuguesa Erva Moura revela neste início de 2019. Trata-se de uma técnica milenar chinesa realizada com pequenas pranchas de pedra que são pressionadas e arrastadas sobre a pele, fáscia e músculos, fazendo uma massagem firme que estimula vários pontos energéticos.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!