Maquilhagem

Os looks mais inspiradores da Alta-Costura

São os visuais mais arrebatadores das semanas de moda onde a beleza atinge o seu potencial máximo. Elegemos os visuais mais desulmbrantes.
Por Carolina Silva, 05.04.2018

No luxuriante recreio da Beleza que é a Semana da moda de Alta-Costura, os grandes da indústria têm a sua oportunidade para "brincar", correndo o risco de roubar todas as atenções. Cabelos, pele e unhas são as telas destes artistas que nos surpreendem com apontamentos românticos, por vezes exagerados, mas sempre originais. E inspiradores.

DIOR Surrealista

Seguindo a inspiração surrealista dos bordados e prints da colecção de Maria Grazia Chiuri, revelada no Musée Rodin, em Paris, o director artístico de maquilhagem Dior, Peter Philips, prolongou esta aura fusional entre realidade e ilusão. Fê-lo através de uma espécie de reinterpretação das icónicas spider lashes de Twiggy (anos 60), numa visão fresca das pestanas gráficas, utilizando apenas o preto e o branco. "Inspirei-me nas obras surrealistas gravadas na minha memória, assim como nas imagens de filmes muito fortes." O look foi dominado por um olhar espectacular, através do novo Diorshow On Stage Liner e de um traço bege na linha lacrimal da pálpebra, para abrir o olhar e para contrastar com o preto: "Criei uma projecção gráfica das sobrancelhas, exagerando-as até ao extremo. Foram desenhadas pestanas longas e precisas, ao longo das pálpebras inferiores e superiores, emoldurando os olhos e alongando-os exageradamente na direcção das têmporas", continuou Philips. Na moldura que foi a maquilhagem de olhos, as máscaras do milliner Stephen Jones conseguiram o efeito extra de emoldurar a maquilhagem.

Tudo o resto manteve-se discreto: as sobrancelhas foram aperfeiçoadas com subtileza, a pele ficou natural e luminosa, com a ajuda do primer, da base e do iluminador, e foi finalizada com um véu de pó solto. Os lábios tiveram direito a um glow natural rosado e as unhas ficaram neutras com o tom Muguet e o gel coat Abricot.

Os cabelos Mantiveram-se discretos e elegantes, através de um apanhado na base do pescoço, com uma risca lateral.

O twist A maquilhagem corporal. Utilizadas em forma de acessório, à volta do pescoço, nos dedos e nos pulsos das modelos, diversas frases dos pais do Surrealismo. Depois das T-shirts com slogans como We Should All Be Feminists, os slogans como forma de expressão passam para o corpo.

CHANEL em rose

Penas, bordados, flores e os clássicos tweed e tule… O Grand Palais foi o palco de um primaveril conto de fadas visto pelas lentes mágicas dos óculos de Karl Lagerfeld. Os tradicionais materiais da Maison Chanel ganharam vida com apontamentos de tons intensos, destacando-se o rosa-forte. O mesmo aconteceu com os visuais de beleza imaginados por Tom Pecheux, onde o cor-de-rosa foi soberano. Nos lábios, um fúchsia luminoso acentuou a ideia do jardim francês fantástico que Lagerfeld quis reproduzir, dando aos visuais femininos e delicados o seu toque mais moderno. Nas faces uniformemente maquilhadas, sobressaiu um rosa-laranja nas maçãs do rosto, um tom misturado com um iluminador de base igualmente rosada, num véu floral monocromático que se estendeu até às pálpebras.

Os cabelos Sam McKnight simplificou os cabelos, apanhando-os emrabos-de-cavalo discretos com uma fita preta. Os acessórios no topo da cabeça foram a jóia da coroa do look.

O twist Véus com aspecto jovem e moderno? Uma possibilidade que Lagerfeld e McKnight tornaram real, através dos véus curtos em renda e com apontamentos de cristais coroados por magníficas flores primaveris.

GIVENCHY feminista

"A força do tailoring com muito feminismo", explicou Clare Waight Keller, que desenhou outfits de Alta-Costura a remeter para a estrutura e o grafismo que Hubert de Givenchy celebrizou. O preto destaca-se na colecção, mas é a bonita paleta de azuis – do azul Klein ao azul-céu – e de tons pêssego que mais contrastou com a maquilhagem. A pele natural, radiante e combinada com três visuais de olhos, foi a parceria ideal para tornar esta elegância infalível. O primeiro look natural teve as pálpebras uniformizadas com um primer e iluminador no canto interno dos olhos. As pestanas reviradas com um enrolador próprio foram cobertas, ao de leve, com uma camada da máscara, no tom No. 2 Brown Satin, e o Magic Khôl, no tom No. 7 Beige Pearl, delineou o canal lacrimal para abrir o olhar. O segundo look, um verde gráfico em forma de asa conseguido com um eyeliner opaco, aplicado de forma generosa, teve o seu toque de drama através da máscara preta. O terceiro look, no tom Marine Blue e intensificado pelas sombras Ombre Couture, no tom No. 4 Bleu Soie, teve uma textura multidimensional e foi aperfeiçoado com cotonetes embebidos em desmaquilhante. Nas maçãs do rosto e na cana do nariz, um bronzeador efeito bonne minne acrescentou à pele o seu aspecto luminoso e saudável.

Os cabelos: Seguindo o registo do "menos é mais", os cabelos revelaram-se minimalistas: soltos, lisos e repartidos ao meio.

O twist: O grafismo monocromático de cada visual de olhos, acrescentando um toque futurista aos looks totais.

ARMANI borealis

Como numa pintura impressionista de Renoir ou Matisse, o visual de maquilhagem de Linda Cantello também se desenhou em pinceladas modernas e coloridas. A inspiração da directora artística de maquilhagem Armani foi, no entanto, pouco pensada, revelou-nos em Paris. "Quando chegámos aos bastidores, Mr. Armani quis outra coisa completamente diferente. Por isso, tivemos de refazer o plano de maquilhagem, à última hora. Estamos habituados a este nível de stress e de desafio e esta é uma das vantagens de já nos conhecermos há muito tempo. Sei o que pretendia."

As nuances coloridas de um céu atravessado por nuvens brancas e a constante mutação do mesmo foi reflectida na colecção aérea e etérea de Armani. As cores aquáticas dominaram a paleta, inundando-a com uma elegância sonhadora. "A inspiraçao de Mr. Armani foi Opal. Um céu enevoado, aurora borealis. Tons de pastel matificaram-se para fazer uma indescernível nuvem de cores." Esta "pintura" com três tons de Eye Tint ? #35 Jade Reflection, na pálpebra móvel e canto interno, #32 Blue Reflection, no canto externo e por baixo do olho, e #33 Rose Reflection no centro do olho ? misturou-se com pigmentos soltos nos mesmos tons.

Os cabelos: Em apanhados despreocupados e texturizados e com franjas a atravessar a testa paraemoldurar a maquilhagem de olhos.

O twist: As pestanas dramáticas com máscara preta nas pestanas inferiores e superiores, intensificadas por pestanas falsas nos cantos externos dos olhos.

Tags: alta-costura beleza semana de moda maquilhagem
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!