Beleza

Banho de manhã ou à noite? Uma dermatologista responde

Até agora pareciam não existir respostas certas, mas um dermatologista aponta para uma explicação lógica que nos pode tirar todas as dúvidas.

Elizabeth Taylor em Cleopatra, 1963
Elizabeth Taylor em Cleopatra, 1963
07 de outubro de 2021 | Marta Vieira

Há dois tipos de pessoas no mundo: quem acorda pela manhã e toma um revigorante duche para começar o dia em força, ou quem prefere deitar-se imaculado para não estregar os lençóis. Em todo o caso, este é sem dúvida um dos tópicos relacionados com a higiene e o bem-estar que mais divide

Do que percebemos dos nossos amigos e familiares deste lado da barricada, o nexo de quem privilegia o banho matinal prende-se com duas razões principais: para além de servir como um ótimo despertador natural para enfrentar o dia, permite que nos livremos do suor produzido pela pele durante a noite, mais evidente, por exemplo, em sonos agitados.

Do outro lado, há que acredite veemente que a higiene corporal deva ser levada à letra à noite, antes de dormir. A ideia aqui é que se lave o corpo a esta hora para aniquilar todas as impurezas com que nos deparámos ao longo do dia, como sujidade e suor, provocadas pelo próprio corpo, pela poluição e pelas atividades diárias. A cama pode também ser vista como um local que deva permanecer imaculado, numa ótica de promover este espaço de revigoração e intimidade.

Marie-Estelle Roux, dermatologista e venereologista francesa, parece ter uma opinião profissional sobre o assunto. À Madame Figaro, a especialista refere que o ideal é tomar banho à noite.

Leia também

Porquê? Parece estar tudo relacionado com a microbiota cutânea, um ecossistema composto por uma comunidade de mais de um milhão de microrganismos vivos, como bactérias, fungos ou mesmo vírus e parasitas, que revestem a pele e a protegem, regulando o sistema imunitário. Um desequilíbrio neste sistema pode provocar uma série de doenças de pele, que já agora queremos evitar.

Neste sentido, ao nos livrarmos das bactérias que acumulamos durante o dia, estaremos a proteger a microbiota cutânea. Ao contrário das bactérias presentes neste ecossistema, aquelas que trazemos connosco do meio ambiente são nocivas e podem dificultar a ação de proteção desta barreira da pele, que está aqui para nos defender das agressões externas. Aqui tem a sua resposta.

Marilyn Monroe em 'O Pecado Mora ao Lado', 1955.
Marilyn Monroe em 'O Pecado Mora ao Lado', 1955. Foto: IMDB

A dermatologista avisa ainda que não é aconselhável tomar mais do que um banho por dia, sob pena de fustigar a pele. Um duche à noite, será suficiente, portanto.

Leia também
Saiba mais saúde, higiene, corpo, pele, banho, manhã, noite, dermatologista
Mais Lidas
Atual Os 5 signos que adoram criar drama

Sabe aquela amiga que faz um escândalo por uma coisa mínima? E a outra que atrai sempre olhares indiscretos com o seu tom de voz? Descubra se alguma delas está entre estes signos.