Cabelos

Já ouviu falar de Balayage?

Um país tropical estilo Bahamas? Errado. Trata-se da nova tendência de coloração de cabelos no mundo das celebridades. Nós explicamos.
Por Andreia Rodrigues, 06.04.2018
Na hora de fazer uma mudança no cabelo, quais são as fontes primordiais de inspiração? O Pinterest (claro!) e as fotos de red carpet e Instagram das celebridades.

Assim, é provável que já se tenha perguntado como é que elas conseguem aquele tom de cabelo "just been kissed by the sun in the Maldives". É aqui que surge a técnica denominada de Balayage.

E o que é que o Balayage tem de diferente do normal processo de fazer madeixas? Tudo! A começar pelo resultado, pois não vai ficar com o cabelo "às riscas" ou com um ar pouco natural. Vai antes ganhar aquele ar de cabelo de verão que todas adoramos.

Em entrevista à Elle britânica, o colorista Jack Howard explica que o Balayage "permite uma cor de cabelo ‘beijada pelo sol’ natural, parecida com aquela que temos em crianças".

Para ficar perfeito, as mechas do cabelo em que se aplica a técnica "devem estar muito próximas e macias na raiz, levando a uma iluminação maior nas extremidades do cabelo. O Balayage deve ser aplicado na superfície da secção e não saturado ao longo da secção até às pontas, caso contrário, fica com uma faixa de cor, não fica com um ar natural", explica Jack Howard. Refere ainda que o Balayage realça "as partes do cabelo que naturalmente seriam clareadas com o sol".

Segundo o colorista, o Balayage é melhor do que outras técnicas de coloração, pois "é pintado à mão". "O seu colorista pode escolher os locais que melhor complementam o seu corte, pele e feições para que pareça mesmo natural, em vez de apenas pintado", esclarece.

A técnica pode ser aplicada em todas as texturas de cabelo, de lisos a encaracolados, e em qualquer cor de cabelo, já que é uma técnica de iluminação. O tamanho do cabelo também não importa, pois fica bem em todos os comprimentos e cortes.

Além das vantagens já referidas, Jack afirma que demora menos tempo a aplicar e que requer menos manutenção, pois não se vai notar diferença à medida que o cabelo vai crescendo, algo que não acontece quando se pinta todo o cabelo, pois as raízes denunciam logo.

Para quem pretende experimentar o Balayage, Jack Howard recomenda que fale primeiro com o seu colorista, para que ele "estude" o seu cabelo, falem das opções e seja feito um teste de alergias, dado que muitas mulheres fazem reações alérgicas a produtos presentes nas colorações. No encontro com o colorista, deve também levar algumas fotos de inspiração, para que este tenha uma noção do que pretende realmente. Além disso, Jack sugere que faça uma pesquisa de cabeleireiros antes de decidir em qual pretende fazer o Balayage.

Se precisa de inspiração, confira a fotogaleria.
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!