Atualidade

Violência contra as mulheres: Governo lança nova campanha de sensibilização

O apoio à vítima também vai passar a ser obrigatório em todas as esquadras.
Por Marta Carvalho, 17.11.2017

A secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade lançou uma campanha para assinalar o dia 25 de novembro (Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres) em parceria com várias organizações que atuam na defesa dos direitos das mulheres vítimas de crime (APAV, CIG, UMAR, MDM, APMJ, AMC e Capazes).

Já várias entidades aderiram ao movimento (que tem como mote #NemMais1MinutodeSilêncio), como é o caso da Liga Portuguesa de Futebol que, entre os dias 23 e 27 deste mês, incentiva todas as equipas a usar uma braçadeira roxa com a hashtag e a fazer um minuto de silêncio antes de todos os jogos.

AAPAV, que está a coordenar a gestão da campanha, encoraja também todos os meios de comunicação a partilharem a mensagem. Sugere-se que as estações de rádio façam também um minuto de silêncio e que a hashtag #NemMais1MinutodeSilêncio seja partilhada por todos.

O objetivo da campanha é sensibilizar a população em geral para a existência da violência contra as mulheres, de forma a erradicá-la através da denúncia ou do apoio às vítimas.

Foi também aprovada a proposta do Bloco de Esquerda de tornar obrigatória a existência de gabinetes de apoio à vítima em todas as esquadras. A medida está já prevista no Orçamento de Estado para o próximo ano, com uma previsão de 90 milhões de euros alocados a despesas de equipamento e formação. Todas as esquadras da Polícia de Segurança Pública e os postos da Guarda Nacional Republicana do país terão, em 2018, salas de atendimento às vítimas de violência doméstica. "A criação das salas de atendimento à vítima pressupõe que exista uma equipa dos núcleos especiais (…) nas esquadras e postos e o que se pretende é que seja garantida a cobertura nacional, no ano de 2018", explica a deputada bloquista Sandra Cunha, em entrevista ao Diário de Notícias.

Atualmente e segundo o Relatório Anual de Segurança Interna, estas salas estão disponíveis em 63% das esquadras da PSP e postos da GNR, mas há ainda cerca de 270 esquadras onde estes espaços estão por implementar.

 

 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!