Música

Variações sobre António

Esta quinta e sexta-feira, dias 7 e 8 de dezembro, Coimbra recorda a vida e obra de António Variações com um colóquio. Em comunicações, performances e um concerto é recuperada a música de um dos mais interessantes artistas do nosso tempo.
Por Carlota Morais Pires, 07.12.2017

Mais de 30 anos depois da sua morte, António Variações continua a ser excentricidade, criatividade, modernidade. Foi um artista à frente do seu tempo e, agora, Coimbra recupera a sua música e dedica-lhe um colóquio. Quer abordar Variações a partir de uma perspetiva multidisciplinar, olhar para o seu contributo para a cultura, mas também para o que acrescentou à sociedade portuguesa.  

"A música, as letras das canções, a imagem, os videoclips, tudo isso tem contribuído para que a presença de António Variações na cultura portuguesa não se tenha desvanecido, continuando, pelo contrário, a alimentar a imaginação do público. Tão importante como tudo isso, porém, é o paradigma que Variações representa na cena portuguesa dos anos 80, bem sintetizado pela frase que terá dito ao produtor do seu primeiro disco, para enunciar o lugar estético em que via a sua música: ‘Uma coisa entre Braga e Nova Iorque’", escreve em comunicado o Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), que também faz parte da organização das conferências. "Falar de António Variações é, pois, falar sempre de muito mais do que apenas das suas canções, já que não custa ler na sua obra e na forma como performatiza a sua identidade (pessoal e coletiva) algo que nos ajuda a ler Portugal na segunda metade do século XX, da música e da poesia à cultura, à sociedade e ao estado do corpo político", acrescenta o CESEM.

Variações sobre António surge como uma reflexão sobre a obra do compositor e cantor, não abandonando aquilo que nela é sintoma de outros fenómenos mais vastos, a começar pela forma como influenciou a cultura portuguesa posterior ao 25 de Abril. O colóquio é uma proposta do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura e da área de Estudos Artísticos, ambos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

No programa, há oito temas principais a descobrir:

1. A música de Variações, entre o rock português, o pop, o fado e o folclore

2. As letras de Variações: da poesia popular (ou fake) às letras pop

3. Texto & Som, Imagem & Corpo: performance e intermedialidade em Variações

4. Identidade, resistência e excesso: o queer, o glam e o camp

5. Discos: produção; indústria discográfica

6. Produção e gestão do impacto mediático de Variações

7. Cultura e sociedade no Portugal de Variações

8. Legado e reinvenção de Variações

 
Além das palestras, a iniciativa inclui concertos e performancesde músicos e bandas de Coimbra, que vão reinventar a música de Variações, além do espetáculo Variações performáticas sobre António, a ter lugar na Sala do Carvão, do Edifício das Caldeiras da Universidade de Coimbra, e no Salão Brazil.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!