Atualidade

Santa carne

Comer um bife grelhado ganha outro significado na Sala de Corte, a steakhouse do Cais do Sodré que usa um método de confeção único. Das entradas às sobremesas, as novidades do menu prometem conquistar até os menos afoitos.
Por Máxima, 18.11.2016
Se houve coisa que aprendi com almoços e jantares de trabalho foi que a qualidade pode fazer com que passemos a gostar daquilo que não gostávamos (ou achávamos não gostar). Foi assim na Sala de Corte, que lançou recentemente uma nova carta, mais adequada à estação fria. Nesta altura sabe ainda melhor entrar num espaço assim, pequeno mas acolhedor, onde a comida nos aquece a alma e o calor que vai saindo do josper se encarrega do corpo. É nesta máquina – meio grelha, meio forno – que a magia acontece e da qual a carne de novilho, com maturação de 21 dias, sai mais suculenta e saborosa. Por causa disso, o facto de o bife da vazia (€13,50) estar mal passado deixa, por momentos, de ser um problema. Assim como o esparregado de espinafres com Queijo da Ilha (€3,90) ou o brás de cogumelos com espargos verdes (€3,90), pratos que, noutra ocasião, dispensava. Mas a carne, servida numa tradicional tábua de corte com tomate cereja assado e relish de tomate fumado, quase não precisa de acompanhamentos. Ou de molhos – há sete diferentes para escolher, mas provámos o de chimichurri, maionese trufada e manteiga de alho e ervas. Ainda assim, se tivermos tempo, tudo isto vale a pena. Senão, ficamos igualmente satisfeitos por, numa rápida hora de almoço, podermos pedir algo mais leve, como um hambúrguer (€12), um prego em bolo do caco com batatas fritas (€12, €14 ou €16, consoante o corte da carne) ou a nova sanduíche de Vitelão com molho barbecue e legumes crocantes (€14). Nos lugares ao balcão vemos a comida ser preparada pela equipa do chef Luís Gaspar, que na altura não estava lá – viemos a saber depois que tinha ido ganhar uma medalha de bronze à Alemanha, nas Olimpíadas da Gastronomia. Terminámos em beleza com as sobremesas, cuja carta (a cargo da chef pasteleira Ângela Granho) também tem novidades. Entre elas, as texturas de avelã com gelado de caramelo salgado e pipocas (€5), imperdível para quem é fã deste fruto seco. E, falando por experiência própria, deixar espaço para uma sobremesa como esta é importante, caso contrário sentimos que estamos a pecar, não pelas calorias, mas sim por permitirmos que levem para dentro o que sobrou.

Sala de Corte, R. Ribeira Nova 28, Cais do Sodré. De segunda a sexta, das 12h às 15h e das 19h às 00h. Sábados e Domingos, das 12h às 00h. Preço médio: €25.

Por Mafalda Sequeira Braga
Partilhar
Ver comentários
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!