Artes

Palácio Baldaya reabre 100 anos depois e é agora o novo espaço cultural de Benfica

Remodelado, o edifício do Palácio vai acolher exposições, workshops, tertúlias e concertos para todos.
Por Rita Silva Avelar, 04.09.2017

O Palácio Baldaya (o número 701-A da Estrada de Benfica) é um dos edifícios mais icónicos da Freguesia de Benfica, mas há um século que não podíamos visitá-lo. A história do palácio começa em 1783, data da primeira fonte histórica escrita que confirma a existência da Quinta do Desembargador, que viria a ser a Quinta da Baldaya. Durante vários anos foi do Laboratório Nacional de Investigação Veterinária de Lisboa até que fechou em 1913.

Agora, depois de um ano de requalificação (estima-se que as obras da reconstrução tenham ficado em cerca de 400 mil euros), o Palácio da Baldaya é o novo polo cultural de Benfica.

A uns dias de inaugurar foi alvo de vandalismo, mas a presidente da Junta de Benfica, Inês Drummond, garantiu, em entrevista ao Público, que a inauguração acontecia na mesma ? e assim foi neste fim de semana, com uma programação de mostras de arte urbana, uma feira de vinil e um chá dançante.

Além de passar a ser o centro do espólio cultural da zona – com exposições, workshops, tertúlias e concertos –, o Palácio terá ainda uma biblioteca, uma ludoteca e uma área de coworking. Será ainda a sede oficial do Programa Qualifica, uma iniciativa governamental que tem como objetivo melhorar os níveis de educação e qualificação dos adultos. O espaço divide-se por várias salas multifunções, um jardim (com plantas de todos os cantos do mundo) e uma cafetaria. Na parte exterior encontra-se um grafitti colorido, pintado pelo artista Raf: a figura de Maria Joanna Baldaya, que habitou o palácio no século XVIII, acabando por lhe dar o nome.

A partir de hoje o espaço entra em regime de funcionamento diário das 9 às 22 horas e está aberto ao público.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
A Máxima recomenda
Nostalgia: Sophia Loren em 50 imagens

Especiais

Nostalgia: Sophia Loren em 50 imagens

Foi uma das mulheres mais bonitas e com mais sex appeal do seu tempo e hoje é, muito provavelmente, a maior lenda viva do cinema. No dia em que faz 83 anos, recordamos as suas fotografias mais marcantes.
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!