Mundo

Oito novos restaurantes com sabores do mundo

Quer conhecer paladares de outros lugares sem deixar a capital? Fomos à procura dos espaços que acabam de abrir portas em Lisboa – tudo para nos levar numa verdadeira viagem de sabores à volta do mundo.
Por Margarida Ferreira, 25.08.2017

Bao Bao, no Chiado  

Fundado por um americano, uma holandesa e um belga, o novo asiático junta o melhor da cozinha tailandesa, vietnamita, laosiana, cambojana, malaia, coreana, japonesa e chinesa. A ementa está dividida pelos diferentes países e sugere gua baos, isto é, pequenos pães recheados e cozidos a vapor (uma iguaria proveniente da China) ou sopas com noodles de arroz ou ovo. Para sobremesa destacamos os mochi, pequenos bolinhos de arroz recheados com pasta de sésamo, chocolate, limão e chá matcha. Os preços dos pratos variam entre o 6 euros e os 15 euros.

Topo, no Martim Moniz

No sexto piso do edifício do Centro Comercial do Martim Moniz descobrimos o Topo, um espaço que já nos tinha conquistado pelo estômago, naturalmente, mas também pela vista imperdível sobre Lisboa. A novidade? O Topo acaba de inaugurar uma sala dedicada à gastronomia oriental, com influências indonésias e vietnamitas. Existem ainda opções vegetarianas, mas a pontuação máxima vai para as gyosas e o Tom Yum, um caldo fresco e picante com camarões, lulas, ameijoa e massa de arroz.

La Strada, no Príncipe Real

Há um siciliano a comandar a cozinha deste novo espaço, no Príncipe Real – e isso explica as tábuas irrepreensíveis (no sabor e na apresentação) com mozarella, tomate, pimentos recheados, azeitonas, alcachofras e manjericão. Se o conforto dos pratos nos faz sentir em casa, a música e os posters cinematográficos na parede são mais glamourosos e lembram os filmes italianos dos anos 60. A cozinha mediterrânica aguça-nos o paladar a cada garfada: vale a pena experimentar a variedade de queijos, para começar, mas também as pastas tradicionais que experimentam novos ingredientes (sempre orgânicos) com amor.     

Chutnify, no Príncipe Real

Ainda no Príncipe Real descobrimos as melhores especiarias da Índia – ainda que o primeiro Chutnify tenha inaugurado há três anos em Berlim, só agora a indiana Aparna Aurora conseguiu trazer o conceito para Lisboa. Aqui podemos provar um pouco de toda a gastronomia indiana, numa viagem de sabores por diferentes lugares. Assim, talvez a melhor opção seja pedir um menu de degustação, que inclui três entradas, dois pratos e duas sobremesas.

SOI, no Cais do Sodré

Há um novo asiático no Cais do Sodré. Inspirado na street food, isto é, a comida tradicional que podemos provar nas carrinhas de rua, o SOI acrescenta ao menu asas de frango fritas com arroz, chamuças com queijo ricota e ervilhas, pães bao e até as sopas cozinhadas na wok. Os pratos tradicionais merecem a nossa atenção mas também vale a pena visitar o espaço pela decoração que traz o Oriente ao coração de Lisboa. 

Pita.gr, na Costa de Caparica

O espaço era grego, mas agora também serve pratos peruanos. Há dois menus diferentes à escolha: no grego descobrimos iguarias como o pão pita recheado, o bifteki (carne picada com queijo feta) e o sutsukaki (isto é, os rolos de carne picada, que são depois grelhados). Se nenhum destes sabores lhe despertou a curiosidade, talvez se deixe convencer pelos pratos peruanos, onde não faltam os peixes marinados, ou pela longa carta de coloridos cocktails.

Tantura, no Bairro Alto

Acaba de abrir na rua do Trombeta, no Bairro Alto, um espaço dedicado à cozinha israelita. Na carta descobrimos o típico (e maravilhoso) húmus de grão, mas também outros pratos que cruzam influências de vários países, como a Roménia, a Polónia, a Tunísia ou o Iraque. Imperdível é o sambusak (um pastel recheado com cebola e grão-de-bico), as saladas mediterrânicas e o falafel – mas há ainda um mundo de outras iguarias para provar.

Fenícios, na Rua Castilho

O restaurante libanês abriu portas no centro da capital para nos trazer especialidades que só provaríamos nas ruas do Médio Oriente. Na carta destaca-se o falafel frito mas também o húmus, o moutabal e kibbé. Além dos sabores exóticos, há mais uma razão que nos leva a querer voltar - a vista privilegiada de um 7º andar sobre a cidade de lisboa.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!