Atualidade

"Incêndios" é a Palavra do Ano 2017

A Porto Editora anunciou a Palavra do Ano, esta quinta-feira, numa cerimónia realizada na Biblioteca Municipal Ary dos Santos, em Loures.
Por Andreia Rodrigues, 04.01.2018
Depois de um ano em que os fogos florestais destruíram mais de 500 mil hectares no país e mataram mais de 100 pessoas, a Palavra do Ano vencedora é, sem grande surpresa, Incêndios.

A eleição da Palavra do Ano contou, nesta edição, com os votos de 30 mil portugueses - 37% escolheram a palavra "Incêndios" como a vencedora de 2017.

Seguiram-se as palavras "afeto" (20%) e "floresta" (14%), que fecham o pódio, "vencedor" (8%) e "crescimento" (5%) em quarto e quinto lugares. As palavras menos votadas foram "cativação" (5%), "desertificação" (4%), "gentrificação" (3%), "peregrino" (3%) e "independentista" (1%).

A iniciativa da Porto Editora começou em 2009 com a eleição da palavra "esmiuçar". Nos anos seguintes as vencedoras foram "vuvuzela" (2010), "austeridade" (2011), "entroikado" (2012), "bombeiro" (2013), "corrupção" (2014), "refugiado" (2015) e "geringonça" (2016).

A Porto Editora afirma que este foi o ano com maior número de votos (cerca de 30 mil portugueses a participar), o que confirma a iniciativa "como uma das mais relevantes no âmbito da promoção da língua portuguesa, estando já perfeitamente consolidada no calendário dos portugueses".

A Palavra do Ano celebra, em 2018, a décima edição, e começa agora o trabalho de observação e análise, que resultará nas dez candidatas que serão votadas pelos portugueses em dezembro.

Esta iniciativa da Porto Editora é organizada também em Angola e Moçambique. A Palavra do Ano 2017 em Moçambique é "tseke", uma "planta herbácea de rebentos e folhas comestíveis que ganhou notoriedade quando o governo recomendou aos moçambicanos a aposta na sua produção como uma forma de reduzir a pobreza e a fome no país", refere o site oficial. Em Angola, a Palavra do Ano será anunciada a 30 de janeiro, no Centro Cultural Português, em Luanda. 
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!