Atualidade

Há cada vez menos alunos no ensino privado

As inscrições diminuíram, tal como o número de alunos a terminar os cursos.
Por Margarida Ferreira, 18.09.2017

Crise económica e mais oferta nas universidades públicas. Estes são alguns dos fatores que levaram à diminuição do número de inscrições no ensino superior privado e à diminuição do número de licenciados.

Em 2015/16, foram entregues 12.210 diplomas a finalistas no ensino privado, menos 1.525 do que no ano anterior e, segundo João Redondo, presidente da Associação Portuguesa de Ensino Superior Privado, essa tendência tende a continuar pois é uma consequência da quebra das entradas no início da década.

Até 2000/2001, o número de diplomados pelo ensino superior privado crescia todos os anos, mantendo-se acima dos 21 mil alunos. Foi a partir de 2003 que esta queda se começou a acentuar, sendo que em 2012/13 foi a mudança mais brusca, não atingindo os 16 mil alunos.

Enquanto no ensino superior privado o número de vagas tem vindo a diminuir desde 2005, no mesmo espaço de tempo, no ensino público, as vagas aumentaram de 47 mil para 51 mil. Este fator já começa a revelar-se no número de instituições ? desde 2015 já quatro universidades privadas decidiram fechar por falta de alunos.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!