Atualidade

Férias: Missão possível!

O Verão é tempo de pausa das obrigações diárias! Aproveitamos estas semanas para colocar o sono, as conversas, os risos e a tranquilidade em dia.
Por Máxima, 16.08.2016

Férias: Missão possível!

Está um dia de calor imenso e o cérebro pára alegremente. É tempo de férias! Deitados na quente areia brilhante de uma praia, estendidos numa toalha num jardim relvado e florido, junto ao azul de uma piscina, algures na imensidão do planeta, o momento é de ausência de pensamentos! O sol aquece e perturba o curso da inteligência e a eficiência dos neurónios mas… para que os queremos quando não há horários, despertadores e responsabilidades profissionais?

O Verão é tempo de pausa das obrigações diárias! Aproveitamos estas semanas para colocar o sono, as conversas, os risos e a tranquilidade em dia… e para fazer a promessa solene a nós próprios de não permitir que o trabalho e as angústias ataquem logo após as férias!

Para além das já por si maravilhosas quebras na rotina e o aumento da percentagem de tempo passado na horizontal, como usufruir ao máximo nos vários tipos de férias possíveis? Aqui ficam algumas ideias para tornar este período único e memorável!

Se vai passar férias com os amigos, lembre-se que é importante conciliar vontades e desejos (e bolsas) para tornar as recordações inesquecíveis e positivas para todos. Nem tudo o que lhe é agradável se coaduna com os gostos dos seus amigos? Odeia discotecas ou festas de aldeia mas os seus amigos adoram um bom bailarico? Porque não acompanhá-los uma vez e sugerir ficarem outra noite a contar as estrelas cadentes ao luar? Ou aceitar noites individuais e livres de programas que poderão eventualmente terminar em torneios de um qualquer jogo em grupo (mímica, poker, karaoke ou burro em pé) e conversas à volta de uma mesa com comes e bebes.

Outra situação que naturalmente pode acontecer: os seus queridos amigos costumavam aproveitar as férias como se vivessem os últimos dias da existência mas agora tiveram um filho e o ritmo e os hábitos mudaram. Talvez não seja muito adequado querer continuar a beber caipirinhas pela noite fora quando sabe que vão todos acordar antes de adormecer, com o choro da criança. Está disponível para se deitar com o Panda e despertar com o Baby TV? A amizade forte ultrapassa todas as divergências e o importante é que todos usufruam da boa companhia e aproveitem para relaxar e divertirem-se!

Outra modalidade possível surge com as férias em família! Às vezes não é fácil conviver com os sogros e outros que tais, mas já pensou na alegria que vai dar ao cônjuge se visitar a sua família e verdadeiramente tentar apreciar o momento? Mesmo que por vezes seja um mistério imaginar como é que foi o passado destas figuras, foram elas que contribuíram para o seu amor ser o que é hoje… e gosta dele, certo? A atenção dedicada a um novo desafio e a coragem de experimentar coisas novas nasceu das horas passadas com aquela tia excêntrica? Como é que aprendeu a cozinhar aquele magnífico pitéu? Quem é que o ensinou a respeitar e entender as pessoas da forma como o faz? Não sente alguma curiosidade?

E se a este tipo de férias familiares se juntarem mais crianças… que não só as suas? Muitas vezes há que dividir o mal pelas aldeias e, como diz o provérbio, é mesmo preciso uma aldeia inteira para educar um petiz, levando-o a ser um futuro adulto completo. Assim, a família alargada tem realmente um papel fundamental no desenvolvimento dos seus. É óbvio que este não se limita aos tempos de lazer, mas é nestas alturas que há maior disponibilidade para os avós mimarem (e são todos tão fantásticos, cada um à sua maneira!), os tios "estragarem" e provocarem alguma desordem, os primos fornecerem dicas sobre como manter a harmonia no clã através de códigos somente compreensíveis por menores de idade. O que à partida seria apenas caótico poderá vir a ter um certo encanto!

Outra opção… e porque não largar os seus filhos num local aprazível e partir uns dias para umas férias a dois? Vá para fora, dentro, o essencial é que estas proporcionem momentos de (re)encontro do amor adormecido por exaustão com o emaranhado dos hábitos do quotidiano. Quem não deseja amar e ser amado serenamente para todo o sempre, salpicando a relação com momentos intensos e pontualmente desconcertantes? Quer fazer uma surpresa romântica ou prefere traçar um plano a dois? Seja qual for a opção, ouse, sonhe e goze bons momentos de paixão!

 

Last, but not least… caso não encontre melhor companhia para além de si, porque não usufruir deste tempo único e isolar-se da loucura diária, fazendo apenas o que gosta! E são tantas as hipóteses: ficar na praia a ler até o sol desaparecer (mas com protector solar, claro!); acordar cedo e correr antes do mundo despertar; assistir aos espectáculos de Verão que pululam pelo País; voar para uma cidade desconhecida; não sair de casa, mas remodelá-la com técnicas aprendidas na internet; fazer um curso de alguma coisa já há muito tentadora mas que ainda não se aventurou a experimentar… infinitas propostas desde que liberte a imaginação!

Seja qual for a modalidade de férias que vai ter, que sejam as melhores que teve até hoje! Aproveite bem e muitas felicidades!


Por Ana Marques da Silva

 

 

 

Partilhar
Ver comentários
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!