Cinema&TV

Estreia da semana: os protagonistas de Porto poderíamos ser todos nós

Toda a gente quer ver o novo filme de Gabe Klinger e não é difícil perceber porquê: o argumento cativa o espectador logo no trailer.
Por Rita Silva Avelar, 19.10.2017
Estávamos em 2015 quando as rodagens do filme Porto aconteciam na Invicta. A cidade que dá o nome ao filme é parte de um cenário misterioso e cativante que são também duas das mais indissociáveis qualidades da cidade. Realizado pelo brasileiro Gabe Klinger, o filme tinha, inicialmente, o nome de Porto, Mon Amour, e o trailer prometia uma bela história de amor: dois estranhos num café cruzaram olhares durante alguns momentos, até que ele se levanta e se apresenta. Ele é Anton Yelchin, que interpreta o americano Jake, ela é Lucie Lucas, uma estudante francesa chamada Mati.
O romance começa quando uma misteriosa cumplicidade os leva a conhecer-se, num café no Porto. O enredo do filme viaja no tempo, dando ao espectador lances ao passado, ao presente e ao futuro da vida de ambos. Uma reflexão dramática sobre a fugacidade dos momentos na vida, o filme ganhou a névoa enigmática e melancólica do Porto, mas não foi filmado na íntegra na cidade.
 
Porto foi produzido por Jim Jarmusch e premiado em 2016 no Festival de Cinema de San Sebastián. O filme chega às salas de cinema portuguesas esta quinta-feira, dia 19 de outubro, com um travo amargo. É que, em junho de 2016, ninguém poderia adivinhar que o protagonista Anton Yelchin, estrela de produções de Hollywood como Star Trek, Green Room ou Like Crazy, acabaria por morrer, aos 27 anos, num acidente em Los Angeles à porta da sua casa. Gabe Klinger, o realizador, os produtores e o vimaranense Rodrigo Areias dedicaram o filme ao ator.
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!