Atualidade

Congresso americano tem seis meses para conseguir uma alternativa para filhos de imigrantes ilegais

Donald Trump estabeleceu esse prazo para que se encontre uma alternativa para os chamados “dreamers”.
Por Margarida Ferreira, 05.09.2017

Em 2012, Obama lançara o projeto DACA (Deferred Action for Childhood Arrivals)que visava a proteção de cerca de 800 mil jovens imigrantes ilegais. Os chamados "dreamers" são crianças e filhos de imigrantes ilegais que nasceram em território norte-americano. Obama abria assim portas à sua legalização e permitia, entre outros direitos, que pudessem trabalhar.

Como prometido na sua campanha, Donald Trump tentou acabar com esse programa, mas essa decisão não foi consensual nem mesmo entre os republicanos. Orrin Hatch e Paul Ryan são algumas das figuras que apoiam o grupo de congressistas que se manifesta contra o fim do programa.

Dessa forma, o Congresso tem seis meses para encontrar uma alternativa legislativa para esta questão. A maioria destes jovens vem do México e os apoiantes do projeto DACA afirmam que já estão integrados na sociedade norte-americana e não têm nenhuma relação com o seu país de origem. Cerca de 97% dos "dreamers" estudam ou trabalham. No entanto, há sempre quem defenda que estão a retirar emprego aos cidadãos americanos. 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!