Artes

30 dias de cultura em Cascais

Cascais é a capital da cultura durante todo o mês de setembro e isto é tudo o que não pode perder.
Por Rita Silva Avelar, 29.08.2017
A 3ª edição do FIC – Festival Internacional de Cultura promete um mês com mais programas culturais do que nunca a acontecer na vila de Cascais. Uma iniciativa da LeYa e da Câmara Municipal de Cascais, o FIC escolheu para esta edição o tema "Camões: ao desconcerto do mundo", mote de um programa de atividades ligadas à literatura, à música, ao teatro, ao cinema, mas também exposições, noites de poesia, e artes de rua.
 
As primeiras sessões do ciclo de debates e encontros com escritores estão agendadas para os dias 2 e 3 de setembro, respectivamente, com a escritora indiana Arundhati Roy, que conversará com a jornalista Ana Daniela Soares, e com a romancista francesa Maylis de Kerangal, em conversa com os escritores Pedro Vieira e com Inês Pedrosa (curadora desta parte do festival). Até dia 30 de setembro estão programados encontros com vozes relevantes da cultura e do pensamento nacional e mundial, estando confirmados mais de 40 autores, de Paul Auster a Clara Ferreira Alves.
 
Na música estão previstos doze concertos, entra a pop e a música clássica. No dia 2 de setembro a Cidadela recebe Jorge Palma, que celebra 45 anos de carreira, às 21h30; no dia 8 de setembro, o espaço Lounge D do Casino Estoril recebe Salvador Sobral às 23h; e de 9 a 10 acontece o festival Out//Fest no Parque Marechal Carmona, das 14h às 22h.
 
De 6 a 9 do mesmo mês, sempre às 22h, está previsto um ciclo de cinema ao ar livre (junto à muralha da Cidadela) que recupera alguns dos grandes êxitos da temporada cinematográfica, bem como um ciclo de cinema de autor. No dia 6 o filme escolhido é Elementos Secretos de Theodore Melfi; no dia 7, será Lion – A longa estrada para casa de Garth Davis; no dia 8, o filme La La Land: Melodia de amor de Damien Chazelle e no dia 9 é a vez de Trolls de Mike Mitchell e Walt Dohrn. O Teatro no FIC estará, uma vez mais, a cargo do Teatro Experimental de Cascais, com duas noites dedicadas a Camões e a inclusão, no programa, da 2ª Mostra de Teatro Jovem.
 
As 11 exposições previstas - da pintura, à fotografia, à banda desenhada e até a livros de artista - são promovidas pela Fundação D. Luís I. O Centro Cultural de Cascais recebe as exposições de pintura dos artistas Lourenço Lomelino, Luis Noronha da Costa, Sérgio Pombo e Marta Soares, e as de fotografia de Herb Ritts e Marta Hipólito; na Casa das Histórias Paula Rego pode ver-se "Paula Rego – Histórias e Segredos"; entre muitas outras.
 
Na programação cultural habitual de Cascais, tal como o festival de arte mural Muraliza, incluir-se-ão novas iniciativas como o já referido Out///fest 2017, dedicado à música electrónica,  e o Portuguese Makers Craft Week, o primeiro evento que reúne artesãos, arquitetos e designers. De 8 a 17 de setembro, o Jardim da Parada recebe a Festa do Livro.
 
À Casa das Histórias Paula Rego - que continuará a ser o palco do ciclo de encontros e debates com escritores - ao Centro Cultural de Cascais, ao Casino Estoril e ao Museu Condes de Castro Guimarães vêm agora juntar-se a Casa de Santa Maria, o Jardim da Parada, a Casa Sommer ou o Jardim do Museu do Mar como locais de apresentação da programação do festival.
 
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!