Cinema&TV

As estreias da semana

Os filmes em destaque para ver a partir de 13 de abril.
Por Mafalda Sequeira Braga, 13.04.2017
No ano em que se assinala o centenário das aparições de Fátima (e enquanto o filme homónimo não estreia), chega-nos Jacinta, cuja história, escrita por Manuel Arouca, resulta simultaneamente numa longa-metragem e numa minissérie, a passar na TVI daqui a um mês. O realizador, Jorge Paixão da Costa, quis mostrar o impacto que o fenómeno teve nos três pastorinhos, especialmente em Jacinta. O elenco inclui nomes como Dalila Carmo, Paula Lobo Antunes, Almeno Gonçalves, Rita Salema, João Didelet e António Pedro Cerdeira.
Ao longo dos últimos meses, várias distribuidoras nacionais têm vindo a oferecer-nos clássicos do cinema em cópias restauradas. A Leopardo Filmes é uma delas e dedicou um ciclo ao mestre japonês Kenji Mizoguchi. Entre 13 de abril e 10 maio, estarão em exibição no Espaço Nimas as suas obras Contos da Lua Vaga (1953), Os Amantes Crucificados (1954) e A Mulher de Quem se Fala (1954).
Baseado num conto de Joseph Conrad, Juventude é a primeira longa-metragem realizada por Julien Samani, um nome a que a crítica prometeu ficar atenta. O filme segue a odisseia alucinante de Zico (Kévin Azaïs), um rapaz que sonha ser marinheiro. Mais reconhecido, Andrey Konchalovskiy ganhou o Prémio para Melhor Realizador no Festival de Veneza de 2016 com Paraíso, que estreia agora entre nós. O enredo passa-se durante a Segunda Guerra Mundial e gira em torno de três personagens, que vão dando depoimentos para a câmara. Já Asif Kapadia, que recebeu em 2016 o Óscar para Melhor Documentário por Amy, traz-nos agora Ali e Nino, uma história de amor entre um príncipe muçulmano azeri e uma nobre cristã georgiana.
The Boss Baby é o filme de animação da semana e promete agradar a miúdos e graúdos. O realizador de Megamind e Madagáscar (Tom McGrath) conta-nos, de forma hilariante e a partir da perspetiva de uma criança de sete anos, como a chegada de um bebé afeta toda a família. Na versão portuguesa, é Fernando Luís quem dá voz ao pequeno protagonista. Se prefere uma comédia mais adulta, Se Deus Quiser pode ser uma boa opção. Nesta película italiana, um grande cirurgião entra em crise quando o filho, estudante de medicina, decide ser padre.
O único filme da lista realizado por uma mulher (Lisa Azuelos) é uma biografia, também de uma mulher. Dalida retrata a vida atribulada da cantora nascida no Cairo que veio a tornar-se um ícone da música mundial, até morrer tragicamente aos 54 anos.
 
A nossa escolha
Velocidade Furiosa 8, de F. Gary Gray
A saga continua com um oitavo capítulo recheado, como já é habitual, de corridas de rua, carros topo de gama, perseguições, ajustes de contas e, ao que parece, uma nova homenagem a Paul Walker, que morreu em 2013 num acidente de carro. Gray, que já assinou filmes como O Negociador (1998), Um Cidadão Exemplar (2009) e Straight Outta Compton (2015), sucede a James Wan na realização da sequela protagonizada (e também produzida) por Vin Diesel. Desta vez, o seu personagem, Dom, está em lua-de-mel com Letty (Michelle Rodriguez), quando uma misteriosa mulher (Charlize Theron) aparece para o chantagear, levando-o a trair os amigos. Há rumores de que a história vai prolongar-se até 2021, chegando aos dez filmes.
 

A carregar o vídeo ...
Contos da Lua Vaga, Os Amantes Crucificados e A Mulher de Quem se Fala

A carregar o vídeo ...
Juventude, o filme

A carregar o vídeo ...
Paraíso, o filme

A carregar o vídeo ...
Ali e Nino, o filme

A carregar o vídeo ...
The Boss Baby, o filme

A carregar o vídeo ...
Se Deus Quiser, o filme

A carregar o vídeo ...
Dalida, o filme

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!