Clube de Leitura

«Pratos & Travessas», o melhor do food styling

É o chamado «4 em 1«. Mónica Pinto cozinha, é fotógrafa, blogger e food stylist. «Pratos & Travessas» é o resultado disso mesmo, a junção de quatro talentos inatos à autora, que deu entrevista à Máxima.
Por Máxima, 23.05.2016
Assim que abrimos o livro, saltam-nos à vista um design clean, fotografias pensadas ao pormenor, e receitas com aspecto delicioso.
Este é o livro de estreia de Mónica Pinto e resulta do seu trabalho enquanto profissional, mas também do seu blogue, que dá nome a este título. Pratos & Travessas foi o primeiro blogue português a ser nomeado, entre 40.000 blogues de todo o mundo, para os BFBA - Best Food Blogs Awards da revista americana Saveur. Foi o único blogue, em 2012, a ser nomeado nas duas categorias de fotografia então existentes.
Não sendo cozinheira de profissão, Mónica Pinto é com todo o seu coração. Quando não está a fotografar, dedica-se a confecionar os mais deliciosos pratos para a família e os amigos. Nós falámos com ela, para explorar estas suas paixões, de certa forma, ao pormenor.

Desde sempre que cozinha? Quando foi que despertou essa paixão?
Eu estive sempre muito perto da cozinha. Eu tinha oito anos quando fiz o meu primeiro refogado  porque a minha avó Tina, que era uma mulher de outros tempos, achava que eu sendo sua neta e mulher tinha que aprender a cozinhar  e ser preparada para a vida familiar bem cedo. Mas a altura em que percebi que gostava realmente de cozinhar foi na adolescência e já nessa altura o que me atraía na comida, para além do prazer de comer, era a beleza. Para mim a comida era e é muito atraente.

As suas receitas são originais (em todos os sentidos). Surgiram de forma espontânea, ou programou tudo ao milímetro?
As receitas deste livro são um reflexo de mim, do que eu gosto de comer e de cozinhar e também das mudanças que vou vivendo. Foram surgindo naturalmente. Foram fluindo, tal como a vida. Umas estavam comigo há muito tempo e foram aprimoradas, outras são criações mais recentes mas todas reflectem o meu gosto pela comida caseira e familiar. Pelo gosto de comer bem e de agradar aos meus.

Como surgiu a paixão pela fotografia, e pelo food styling?
Começou com o blogue e com a minha atração pela comida. Com a liberdade que aquela tela em branco me dava para criar, sem quaisquer restrições. Eu que anos antes tinha deixado o desenho e a pintura para trás para dar resposta às exigências familiares,  descobri um outro caminho para a criatividade. Agora eu  podia "desenhar" composições de comida e torná-las ainda mais bonitas através da fotografia.

Tem clientes por todo o mundo para fazer food styling. O que é que mais lhe pedem?
Os pedidos têm sido muito eclécticos. Abrangem de tudo, receitas doces, salgadas e também naturezas mortas.

O que é que é mais desafiante no food styling?
É muito importante  saber de antemão qual o aspeto pretendido de uma receita porque o food styling começa ainda no fogão ou no forno e isso pode ser um desafio. Por exemplo o entrelaçar da massa de uma tarte e a disposição dos ingredientes do recheio  têm que ser pensados antes dela ir ao forno e essa massa tem que ser bem feita para que não saia do forno encolhida e com um aspeto miserável. Para além disso, uma ferramenta absolutamente fundamental é o sentido estético. É muito importante saber conjugar cores, texturas, adereços e ingredientes.

Consegue decidir entre estas duas paixões? Fotografar e cozinhar?
Prefiro ficar com as duas. Elas complementam-se muito bem!
 
Do blogue para as livrarias. Como surgiu a ideia de lançar este livro?
Durante anos recebi emails e comentários de leitores do blogue surpreendidos por eu ainda não ter lançado um livro. E aos poucos essas mensagens  foram-se entranhando. Então comecei a pensar que seria muito estimulante dar vida a esse projeto. Assim comecei-o muito tranquilamente no início de 2014, sem pressa, apenas com o conceito bem definido como ponto de partida, conceito esse que é o índice deste livro.
8. Qual foi a sua parte preferida, em toda a produção?
Sinceramente gostei de tudo. Criar este livro foi uma experiência tão completa. Cozinhar, estilizar, fotografar, escrever. Talvez por isso eu o sinta como um todo, indivisível.  E a verdade é que eu gosto muito de tudo o que ele é.
 
Já está a pensar no próximo?
Claro que sim! 

«Pratos & Travessas», de Mónica Pinto, está nas livrarias desde dia 20 de maio e é uma edição Bertrand.

Por Rita Silva Avelar

Mónica Pinto
Creme de abacate e cenoura (página 126 do livro)
Farófias de coco com coulis de framboesas (página 114 do livro))
Linguíni com cogumelos cremini e manteiga de tomilho, alho e limão (página 86 do livro)
Mónica Pinto
Creme de abacate e cenoura (página 126 do livro)
Farófias de coco com coulis de framboesas (página 114 do livro))
Linguíni com cogumelos cremini e manteiga de tomilho, alho e limão (página 86 do livro)
«Pratos & Travessas», o melhor do food styling
Mónica Pinto

Partilhar
Ver comentários
A Máxima recomenda
Os membros da realeza com mais estilo

Especiais

Os membros da realeza com mais estilo

Da Duquesa de Cambridge à princesa Victoria da Suécia, passando por Charlotte Casiraghi ou Rania da Jordânia. Os membros da realeza que se transformam em verdadeiros ícones de estilo.
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
1 Comentários
Helena Costa (y)
Há 2 dias @facebook
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!