Atualidade

Movimento #MeToo é personalidade do ano da revista Time

A revista distinguiu as mulheres corajosas que partilharam nas redes sociais histórias pessoais de assédio sexual.
Por Ângela Mata, 06.12.2017

Ashley Judd, Susan Fowler, Adama Iwu, Taylor Swift e Isabel Pascual são as mulheres que vêm na capa da revista norte-americana Time. Todas elas confessaram este ano terem sido vítimas de assédio sexual. São também elas as representantes de milhares de mulheres que foram vítimas desse mesmo assédio e que resolveram não mais ficar caladas.

Nesta capa referente à personalidade do ano, que tradicionalmente todos os anos é dedicada à pessoa mais influente, é possível ler-se ‘As quebradoras do silêncio’ e ‘As vozes que criaram um movimento’. Movimento esse que ficou conhecido um pouco por todo o mundo por #MeToo. A ashtag que possibilitou a milhares de mulheres e homens partilharem nas redes sociais histórias que estavam até hoje silenciadas.

No vídeo publicado no Twitter da revista é possível identificar-se muito mais personalidades, na sua maioria mulheres, algumas muito famosas como Gwyneth Paltrow, que recusaram continuar o silêncio e denunciaram casos de assédio sexual, que há muito estavam escondidos por detrás do brilho de Hollywood. Apesar de a maioria dos casos ter sido denunciada por mulheres, o ator Terry Crews , que também afirmou ter sido alvo de assédio, é uma das vozes que lembra que também há homens entre as vítimas. 

Saiba mais aqui!
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!