Notícias

Uterqüe abre em Braga

Uma loja com uma nova imagem inspirada na arte contemporânea.
Por Máxima, 06.10.2016
A arte e a moda juntam-se no novo conceito de loja da Uterqüe. Hoje, dia 29 de Setembro, a marca apresenta uma imagem renovada na abertura da sua loja em Braga, a primeira da marca na cidade e a quinta em Portugal. A renovação da marca também chega ao seu logótipo que, a partir de agora, exibe uma tipografia com linhas mais orgânicas, refinadas e minimalistas.
A nova imagem da Uterqüe torna-se representante e aliada da criação artística contemporânea. Deste modo, e enquanto as artes plásticas contribuem com as influências mais contemporâneas e vanguardistas presentes na coleção, a marca associa-se à arte na colaboração com especialistas do setor, apoiando exposições e dando a conhecer o talento de novos artistas. A aposta faz-se sentir desde as montras até ao interior das lojas, passando pelas coleções até às redes sociais da Uterqüe. Tudo na Uterqüe vai respirar arte.
O novo conceito de loja da Uterqüe nasce influenciado pelo estilo artístico e arquitetónico Mid-Century, que surgiu nos anos 50. Casas amplas, que albergam um mobiliário sóbrio, moderno e purista e que, por sua vez, convidavam a entrar e a viver nelas, são a inspiração para os novos espaços da marca. A elegância deste leitmotiv percebe-se em cada detalhe da loja.
O Mid-Century respirava sobriedade e espirito orgânico: assim foram os princípios deste estilo refletido em todas as suas reinterpretações. O conceito da nova imagem da Uterqüe, adota as máximas deste estilo e adapta-as para manter esta estética num contexto atual.
Na loja, o espaço e a luz convidam a explorar a coleção numa atmosfera com um desenho acolhedor e uma aura de feminilidade. O mobiliário é parte integrante deste novo conceito, que recupera o melhor dos anos 50. Os móveis têm o estilo escandinavo da época mas, ao serem criados especialmente para a Uterqüe, revelam um ar atual e versátil. Os tapetes são de inspiração persa e exibem elementos decorativos e peças de arte, surgem objectos de cerâmica, ferro e bronze, assim como os manequins ganham looks mais atrevidos.
A aposta alcança o seu esplendor nos materiais da loja: uma combinação de expositores de linhas retas, em pedra, metal e madeira que fazem do espaço um lugar tranquilo, orgânico e sóbrio, fazendo com que as propostas de moda da Uterqüe sejam as protagonistas absolutas do espaço. O chão dos provadores é de madeira de bambu, com um tapete de cor cru e portas em pele natural.
A iluminação vanguardista acrescenta classe e qualidade e reduz o consumo de energia. Para além disso, graças a um sistema ecoeficiente e de última tecnologia, reproduz-se a luz do sol num ambiente fechado, o que confere uma luz quente e mediterrânea.
O ar minimalista do estilo Mid-Century deixa o seu apontamento no novo logótipo da Uterqüe, que exibe uma tipografia de linhas mais refinadas e orgânicas em sintonia com o novo conceito da marca.
Partilhar
Ver comentários
A Máxima recomenda
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!