Moda

Ralph Lauren alvo de críticas por vestir Melania Trump

Foi um dos temas mais falados durante a tomada de posse do Presidente dos EUA. Agora, o vestido azul da Primeira Dama está a ter repercussões negativas para quem o desenhou.
Por Máxima, 24.01.2017
Um dos tópicos mais discutidos dos meses que antecederam a tomada de posse de Donald Trump foi a escolha do vestido de Melania, Primeira-Dama. Depois ter vários designers terem recusado vesti-la, como Christian Siriano, Naeem Khan, Marc Jacobs, Phillip Lim, Derek Lam, Sophie Theallet ou Tom Ford. Este último, inclusive, disse à The View: "Fui convidado para vesti-la há muitos anos e recusei (...) ela não se enquandra com a minha imagem". 

Ralph Lauren foi quem aceitou vestir Melania, e agora enfrenta duras críticas. Foi lançado um hashtag (#boycottralphlauren) que visa protestar o facto de o designer ter aceite o trabalho, ao escolher-se um vestido azul comprido, que a Primeira-Dama acessorizou com umas luvas da mesma cor e brincos com diamantes. No Twitter, acusam Lauren de apoiar a opressão, e sobretudo a violência contra as mulheres - tópicos que tem sido conotados ao novo Presidente.

Segundo o site Glamour, uma fonte anónima revela que as reações a esta escolha tem afectado negativamente o trabalho do designer. "Recebemos inúmeras críticas e queixas sobre Melania Trump ter vestido a marca. As pessoas estão agora a usar o hashtag #boycottralphlauren". 

Ralph Lauren também vestiu Hillary Clinton no Dia da Tomada de Posse, que por sua vez usou um fato branco, uma escolha de cor que também levantou alguns comentários na internet, por simbolizar a Paz.
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!