Shopping

O vestido de que todas as mulheres precisam!

Existe um vestido que não só em teoria mas também na prática (e comprovada) torna a silhueta mais esguia.
Por Diana Bastos, 18.01.2018

Apesar de muitas vezes se dizer que Diane von Fürstenberg "inventou" o wrap dress nos anos 70, esta peça já existia no guarda-roupa das norte-americanas. Os primeiros foram desenhados por Elsa Schiaparelli na década de 30 e Claire McCardell na década de 40.

A interpretação de Fürstenberg do vestido wrap, pelo joelho e de mangas compridas, foi tão popular e tão diferente que a peça ficou para sempre associada à designer. Estes vestidos atingiram o seu pico de popularidade no final da década de 70 e o design tornou-se um símbolo da libertação das mulheres. Em 2004, foi publicado um livro dedicado inteiramente aos vestidos de Diane.

Em 2018, este design continua a ter inúmeras variações – curto, comprido, em veludo, em seda, com mangas ou com alças. Numa época em que o feminismo se tornou um movimento tão importante e assistimos outra vez a uma reivindicação dos direitos das mulheres (por vezes de uma maneira mais leve, mas ainda assim com valor histórico), é normal que esta peça retorne aos nossos armários.

 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!