Moda

Mercúrio está retrógrado – e agora?

O planeta da comunicação está retrógrado em Sagitário desde 3 de dezembro e nós culpamos os astros enquanto conspiramos, em negação, contra o universo. Afinal, temos ou não razão?
Por Carlota Morais Pires, 05.12.2017

A última vez que o planeta esteve retrógrado foi em agosto, um ciclo difícil que durou até ao início de setembro. Mas isto é tudo o que nos diz a astronomia – a astrologia, mais curiosa, conseguiu encontrar um segundo significado para o fim deste ciclo que, afinal, só vem tornar as nossas vidas (ainda) mais caóticas. 

Mercúrio está retrógrado pela quarta vez este ano. Enquanto a Terra demora 365 dias a completar a sua órbita solar, Mercúrio é mais rápido e só precisa de 88. Quantas vezes já ouvimos este ano que o carro foi rebocado porque Mercúrio estava retrógrado? Os livros de astrologia asseguram que o planeta também é responsável pelas vezes em que deixámos o telemóvel no táxi ou enviámos a mensagem errada para um grupo de Whatsapp com pais, irmãos, tios e primos.

O que precisamos de saber para contornar as más vibrações planetárias? Em primeiro lugar, que Mercúrio é o planeta em movimento rápido que governa a comunicação, a viagem e a tecnologia. Tem um impacto no que dizemos e na forma como ouvimos, isto é, como interpretamos o que nos é dito – quando está retrógrado, é possível provocar mal-entendidos e discussões.

"Todos os tipos de comunicação são regidos por Mercúrio: ouvir, falar, aprender, ler, editar, pesquisar, negociar, vender e comprar. Mercúrio também tem influência em todos os contratos formais, ações e acordos, incluindo documentos importantes e todos os tipos de códigos (até os informáticos), transportações, encomendas e viagens. Quando Mercúrio está retrógrado estas áreas estão mais vulneráveis e há uma maior tendência a que fujam do nosso controlo", escreve a astróloga Susan Miller. "Isto acontece porque, astrologicamente, quando dizemos que um planeta está retrógrado também queremos dizer que está numa espécie de fase de descanso, como se estivesse a dormir. As atividades regidas por planetas retrógrados deixam de funcionar como deveriam – e quando falamos de Mercúrio podemos esperar um cenário mais caótico", acrescenta Miller em Astrologyzone.com, o site que assina.

A astróloga diz-nos ainda que não devemos tomar decisões importantes enquanto Mercúrio está retrógrado. "Nada vai ficar resolvido de qualquer das formas – vai ser impossível cumprir um plano e obter respostas da parte de outras pessoas. Mesmo que seja tomada uma decisão, possivelmente vai ser alterada mais tarde, quando Mercúrio voltar à órbita direta ou depois ainda", resume Miller.

Se estava a pensar lançar um site, editar uma revista ou entregar um projeto de publicidade, o melhor mesmo é esperar até 22 de dezembro. "Na verdade, esta fase não é boa para criar novos negócios ou assinar contratos, mesmo que não sejam especificamente de numa área relacionada com as indústrias da comunicação", esclarece Susan Miller. 

"O mais importante é parar para pensar antes de tomar qualquer decisão ou tentar resolver um problema", defende o astrólogo Eric Francis Coppolino, colaborador da Marie Claire e do New York Daily News. "Muitas vezes criamos dificuldades que não existem enquanto Mercúrio está retrógrado – se os tentamos solucionar só vamos fazer pior", aconselha Coppolino. Mas nem tudo está perdido. O astrólogo diz que estas fases são particularmente boas para as mentes criativas, já que são obrigadas a pensar de uma forma diferente e a encontrar novas perspetivas para superar possíveis desafios.  

Por outro lado, podemos sentir-nos mais sensíveis, nostálgicos e sentimentais. Não é a melhor altura para viajar e assinar contratos, devemos ter ainda mais cuidado com os e-mails (é possível enviar uma mensagem privada para a pessoa errada), mas é o período certo para refletir. "Esta é a altura para agarrar álbuns de fotografias e antigos diários, para pensar se estamos a seguir a melhor direção ou se é tempo de mudar", escreve Aliza Kelly Faragher para a Marie Claire.

Afinal, tudo é uma questão de perspetiva. A acontecer precisamente antes do começo de 2018, podemos pensar em Mercúrio retrógrado como uma antecipação das resoluções para o próximo ano com sorte ainda escapamos ilesos à confusão que os astros nos reservam este mês.   

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!