Notícias

Joalharia dos arquivos da Alexander McQueen estará à venda em leilão

O trabalho que o designer fez em parceria com o joalheiro Shaun Leane será também exposto pela Sotheby’s.
Por Marta Carvalho, 29.11.2017

Alexander McQueen e Shaun Leane conheceram-se em 1992. Na altura, McQueen estudava design de moda na Central Saint Martins, em Londres, e Leane estava a aprender joalharia num ateliê que criava peças para a realeza. Um ano depois, McQueen convidou o joalheiro para fazer acessórios para as suas coleções.

Trabalharam juntos durante 22 anos até à morte de McQueen. Durante esse período, Shaun Leane criou peças icónicas que desafiaram a joalharia convencional, como é o caso do corpete de esqueleto que fez parte da coleção de primavera/verão 1998 e a coroa de espinhos da coleção Dante para o outono/inverno de 1996. Estas serão apenas duas das peças que estarão à venda num leilão marcado para o próximo dia 4 de dezembro.

Para celebrar o trabalho dos dois designers e servindo como prelúdio para o leilão, a Sotheby’s organizou uma exposição chamada A Life of Luxury, que ficará aberta ao público a partir desta quinta-feira (30 de novembro). As peças do arquivo da Alexander McQueen serão vendidas depois a museus, colecionadores e ao público em geral.

Leane, que se manteve afastado da imprensa desde a morte de McQueen, falou com a revista Dazed sobre a exposição e a venda das peças. "Acredito que a coleção representa um nível de liberdade criativa sem paralelo nos dias de hoje. Espero que a inspiração inesgotável e a alegria que estas peças me trouxeram possam agora ser partilhadas com colecionadores, museus e institutos em todo o mundo."

Para saber mais sobre o leilão, clique aqui.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!