Notícias

Já se pode estudar para ser influencer

A Condé Nast Itália acaba de lançar o primeiro curso que formará influencers ‘profissionais’.
Por Marta Carvalho, 16.11.2017

Se ainda restavam dúvidas sobre a legitimidade do trabalho dos influencers, a Condé Nast Itália acaba de dar mais um passo para transformar o que antes era um hobbie numa das profissões do futuro. A pensar na relação cada vez mais próxima que a empresa partilha com bloggers e instagrammers, a Condé Nast Social Academy acaba de lançar um programa com 240 horas de aulas que vai formar nas áreas da beleza, do lifestyle e da tecnologia 100 influencers até ao final do ano de 2018. O objetivo do curso é ensinar a futuros profissionais da área a forma correta de usar as redes sociais, como produzir conteúdo de qualidade e criar uma ética de trabalho adequada.

"Os consumidores já não distinguem os jornalistas dos influencers", explicou Fedele Usai, o chefe executivo da Condé Nast Itália. "Não existem más ou boas plataformas, apenas diferenças qualitativas. Esta é a nossa responsabilidade social, temos de treinar pessoas. E se um dia a empresa precisar de influencers profissionais, vai ser a eles que vai recorrer."

As aulas vão ter lugar nas instalações da empresa, em Milão, e serão dadas por 15 professores especializados em comunicação digital. O curso experimental começa com 20 alunos e acabará em maio com duas semanas de aulas práticas que incluirão visitas a fábricas de produtos de beleza e eventos. Os candidatos devem ter mais de 19 anos, ser estudantes do ensino superior e ter à-vontade com a língua inglesa. O número de seguidores nas redes sociais não foi determinante no processo de seleção.

A primeira formação foi desenvolvida com a L’Oréal Itália e é focada em beleza, "a área pioneira do ponto de vista da comunicação de produtos e na forma como interage com a sua audiência". Embora Usai não tenha revelado o nome de futuras marcas parceiras, adiantou que serão nomes conhecidos do lifesyle, da tecnologia e da gastronomia.

Para 2018, já existem dois cursos programados, cada um aberto a 40 alunos e com propinas de valor ainda desconhecido. No final desse ano a Condé Nast terá formado cerca de 100 influencers certificados.

 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!